Home / Europa / Espanha / Segóvia: um aqueduto romano espetacular e muito mais
Aqueduto de Segóvia, Castela e Leão, Espanha. Author Bernard Gagnon. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike
Aqueduto de Segóvia, Castela e Leão, Espanha. Author Bernard Gagnon

Segóvia: um aqueduto romano espetacular e muito mais

Segóvia com 55.000 habitantes está localizada a 1.000 metros acima do nível do mar no noroeste da Serra de Guadarrama e está situada entre os rios Eresma e Clamores.

A cidade era importante desde os tempos romanos, quando era conhecida pelo nome de Segobriga e tornou-se parte do Império Romano a partir de 80 a.C. Provavelmente a cidade foi abandonada após a invasão árabe e mais tarde com a “reconquista” cristã tornou-se a residência do rei de Castela entre os séculos XIII e XV. Segóvia é famosa por seu magnífico aqueduto romano.

A Cidade Histórica de Segóvia e o seu Aqueduto fazem parte das áreas protegidas pela UNESCO como património mundial desde 1985.

QUE VER: AS PRINCIPAIS ATRAÇÕES DE SEGÓVIA

Alcázar de Segóvia, Castela e Leão, Espanha. Author Fernando Garcia. Licensed under the Creative Commons Attribution

Alcázar de Segóvia, Castela e Leão, Espanha. Author Fernando Garcia

O aqueduto romano de Segóvia, provavelmente construído em 50 d.C. durante o reinado de Trajano, é o símbolo da cidade. Está localizado na parte oriental da cidade antiga e está ainda em funcionamento e é um dos monumentos melhor preservados do Império Romano. Foi construído de blocos de granito para trazer a água do rio Riofrío à cidade, cuja fonte está localizada a 18 quilómetros de distância. O aqueduto atual tem 818 metros de comprimento com 128 arcos, dos quais alguns tem uma altura de 28 metros.

Interessante é o centro antigo inteiro de Segóvia, que é completamente cercado por muros com três portas principais. Com suas ruas estreitas e pitorescas, típicas de Segovia, as casas antigas possuem fachadas decoradas com arabescos em relevo, chamados “esgrafiados segovianos”. Dois outros edifícios de referência da cidade são a Catedral e o Alcázar.

Catedral, Segóvia, Castela e Leão, Espanha. Author McPolu. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike

Catedral, Segóvia, Castela e Leão, Espanha. Author McPolu

A Catedral é um edifício impressionante no estilo gótico tardio do século XVI. A torre do sino é grande e tem mais de 100 metros de altura. O interior da igreja tem três naves e a catedral é iluminada por janelas com vitrais dos séculos XVI e XVII. São magníficos o coro, a Capilla Mayor e a Pietà de Juan de Juni de 1571 e o claustro.

No extremo oposto da cidade do aqueduto bem acima da colina rochosa na confluência dos rios Eresma e Clamores ergue-se o castelo do Alcázar, que remonta ao século XI, renovado entre 1352 e 1358 pelo rei Henrique II, e ampliado na primeira metade do século XV por D. João II. Em 1862 foi danificado por um incêndio, mas mais tarde foi restaurado. A parte externa do Alcázar apresenta um fosso com uma ponte levadiça, um pátio e uma bela torre quadrada, chamada Torre del Homenaje. O interior, que é acessível ao público, tem uma capela, vários salões nobres e abriga o Museo de Armas e os Arquivos Militares.

Puerta de San Andrés, Segóvia, Castela e Leão, Espanha. Author Carlos Delgado. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike

Puerta de San Andrés, Segóvia, Castela e Leão, Espanha. Author Carlos Delgado

As muitas igrejas românicas da cidade são bonitas, incluindo as de San Martin do século XII, San Millán do século XII, San Esteban com uma bela torre do século XII, la Santísima Trinidad, San Andrés e San Clemente. Na margem oposta do rio Eresma fica o Mosteiro de Parral em estilo gótico-mudéjar do século XV e a igreja românica de Vera Cruz de 1208 com afrescos do século XIII.

Localizado a 11 km de Segóvia ao longo da estrada para Madrid fica o Real Sitio de La Granja de San Ildefonso, onde Filipe V em 1721 construiu um palácio real, com o qual ele queria recriar uma miniatura de Versalhes. O palácio está rodeado por extensos jardins de 1.500 hectares, onde existem 26 fontes. O edifício, projetado pelo arquiteto italiano Filippo Juvarra e implementado por Sacchetti, mede 155 metros de comprimento. No interior, ricamente afrescado, fica o Museu de Tapeçaria (Museo de Tapices).

Segóvia, Castela e Leão, Espanha. Author Carlos Delgado. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike

Segóvia, Castela e Leão, Espanha. Author Carlos Delgado

Nas encostas da Serra de Guadarrama a poucos quilómetros de Segóvia está localizado o Palácio Real de Riofrío de 1754 no estilo italiano com planta quadrada, dentro do qual estão os museus Alfonsino e da Caça (Museo de Caza).

A área em torno de Segóvia está cheia de cidades e castelos medievais, incluindo as de Coca, Cuellar, Turégano e Pedraza de la Sierra.

O clima de Segóvia.

Texto português corrigido por Dietrich Köster. 

banner
Siga-nos no Facebook
Mantenha-se informado sobre Guia Viagem