Home / Europa / França / Les Halles, Paris: o Centro Pompidou (Beaubourg) e a maior estação de Métro em Paris

Les Halles, Paris: o Centro Pompidou (Beaubourg) e a maior estação de Métro em Paris

Les Halles é uma área animada e moderna da capital francesa, cheia de vida e muito popular entre os jovens.

Desde o século XII a área abrigava os mercados gerais originalmente, que foram ampliados por Napoleão III entre 1852 e 1870 e demolidos em 1971. Depois nesta área foi realizado um moderno centro comercial subterrâneo: O Forum des Halles, que além das lojas tem 23 cinemas, uma piscina, um jardim de quatro hectares com muitas esculturas, fontes e mosaicos.

Debaixo do centro comercial fica a maior estação de Métro da Europa e um dos centros principais da rede subterrânea de Paris: A estação Châtelet-Les-Halles, o ponto central do sistema ferroviário urbano de Paris (RER) .

Ao lado do Forum des Halles fica o Pavillon des Arts, que abriga exposições temporárias, que são oferecidas por todos os temas de arte desde a pintura, a escultura, a fotografia aos figurinos etc. Nas imediações do Fórum próximo ao cruzamento entre a Rua Pierre Lescot e Rua Berger na Place Joachim du Bellay há uma interessante fonte renascentista de 1549: Les Fontaines des Innocents por Jean Goujon.

Não muito longe de Les Halles entre elas e o Marais fica o distrito de Beaubourg, onde está o “Centre national d’art et de culture Georges-Pompidou”. O edifício projetado pelo arquiteto italiano Renzo Piano e pelo arquiteto inglês Richard Rogers foi construído entre 1971 e 1977. A estrutura abriga um museu e um centro de artes visuais do século XX. O piso térreo abriga as Galleries Contemporaines, onde há uma exposição de obras de artistas contemporâneos. A parte mais importante do edifício é representada pelo Musée National d’Art Moderne, localizado no terceiro e quarto andar, que tem uma das maiores coleções de arte moderna do mundo: O Museu exibe obras de Georges Braque, Marc Chagall, Henri Matisse, Pablo Picasso, Maurice Utrillo e de Vasily Kandinsky.

O quinto andar está ocupado pelas Grandes Galerias, destinadas a exposições itinerantes. O Centre national d’art et de culture Georges-Pompidou abriga também uma biblioteca pública, o Centre de créations industriels (centro de design industrial), o Instituto de Pesquisa e de Coordenação da música acústica com salões e estudos de experimentação e uma sala de concertos, uma biblioteca de filmes e um cinema, restaurantes e um café internet. Na praça em frente à entrada do Centro Georges Pompidou, onde exibem inúmeros artistas de rua, há também a fonte Beaubourg.

COMO CHEGAR: Para chegar à Les Halles e ao Centro Georges-Pompidou pode usar as estações de Métro Rambuteau, Hôtel de Ville e Châtelet – Les Halles.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: