Home / Europa / Suécia / Suécia atrações turísticas: que ver na Suécia

Suécia atrações turísticas: que ver na Suécia

A Suécia é um país com uma mistura interessante de atrativos naturais, culturais e históricos. O país é famoso pelo seu alto padrão de vida dos seus habitantes, tendo sido capaz de conciliar o desenvolvimento com a preservação da natureza. A Suécia tem uma boa variedade de paisagens desde as paisagens nórdicas da Lapónia, as florestas e os lagos do sul e do centro e a costa rochosa ao longo do Mar Báltico e ao longo dos braços do Mar do Norte: Skagerrak e Kattegat.

O destino mais popular para os turistas é a capital Estocolmo, construída em várias ilhas ao longo do Mar Báltico. É uma cidade cheia de parques, mas também moderna e funcional, que contém uma encantadora cidade medieval. Nas imediações da capital a 20 km a oeste do centro da cidade fica o palácio real de Drottningholm, que a UNESCO incluiu na lista do Património Mundial.

Cerca de Estocolmo são outros lugares interessantes para visitar como Uppsala, sede duma universidade famosa com uma grande catedral do século XIII e a antiga cidade de Sigtuna, que é considerada a cidade mais antiga da Suécia. Ela mantém ainda uma grande parte de seu centro medieval. Deve visitar os sítios arqueológicos de Birka e Hovgarden, onde estão as ruínas de antigos assentamentos dos viquingues, que remontam a um período entre os séculos VIII e X. Entre Estocolmo e Gotemburgo encontra-se uma grande área de lagos com o maior lago da Suécia, o lago Vänern, e florestas vastas.

Na parte sul da Suécia há várias importantes cidades históricas, incluindo Gotemburgo, a segunda cidade do país, cheia de parques e museus. Ao norte de Gotemburgo começa a costa de Bohuslän, uma costa rochosa, cheia de baías e ilhas. Nesta área há também as famosas gravuras rupestres em Tanum, que remontam à Idade do Bronze, sendo Património Mundial da UNESCO.

No extremo sul do país fica Malmö, localizada em frente a Copenhaga. A cidade tem um centro histórico interessante com igrejas e edifícios antigos. Ao norte da cidade de Malmö fica a bela cidade universitária de Lund com uma antiga catedral românica, construída entre os séculos XI e XII. Ystad, que está localizada a leste da cidade de Malmö é uma outra pitoresca cidade medieval.

Voltando para o norte e para Estocolmo ao longo da costa do Mar Báltico passamos Karlskrona, uma cidade com edifícios barrocos, e chegaremos à cidade de Kalmar, onde existe um dos mais belos castelos da Suécia, o Kalmar slott, fundado no século XII. De Kalmar é possível visitar a ilha longa e estreita de Öland, ligada por uma ponte com o continente. Esta ilha é um destino popular de férias para os suecos por causa de suas praias e a sua paisagem bucólica, cheia de moinhos antigos e vestígios pré-históricos. A parte sul da ilha foi inserida entre as localidades do Património Mundial da UNESCO por sua paisagem agrícola única.

Mais afastada da costa e no nordeste da ilha de Öland encontra-se a maior ilha sueca de Gotland, uma das atrações turísticas mais importantes do país. Aqui existem belas praias, uma natureza descontraída, restos pré-históricos, igrejas medievais, e uma maravilhosa cidade medieval, a cidade hanseática de Visby, um Património Mundial da UNESCO, quase completamente cercada por mais de 3 km de muralhas, construídas entre os séculos XIII e XV. Visby é a cidade medieval melhor preservada da Suécia.

A Suécia Central mantém na região de Dalarna alguns destinos interessantes ricos em folclore. Entre eles há a cidade de Falun com a área de mineração da Grande Mina de Cobre, uma mina de cobre a céu aberto, sendo um Património Mundial da UNESCO, a área idílica do Lago Siljan e as quintas decoradas de Hälsingland. Ao longo da costa do Mar Báltico a parte mais bonita é a chamada Costa Alta (Höga kusten), formada por glaciares. É uma série de ilhas, lagos, baías e falésias altas. Também no litoral mas no norte do Golfo de Botnia fica Luleå, onde está a visitar a cidade antiga de Gammelstaden.

O charme do norte da Suécia são as suas paisagens árticas, que culminam na Lapônia, a parte mais selvagem do país com montanhas, vales de rios, cachoeiras, florestas e pastos para renas. Aqui a natureza é protegida por sete parques nacionais. A cultura e as tradições dos povos de Sami são um outro aspecto único da Lapónia. Entre as curiosidades da Lapónia sueca há o famoso hotel de gelo em Jukkasjärvi.

Entre os fenômenos naturais mais famosos nos países nórdicos, incluindo o norte da Suécia, existem o sol da meia-noite e as luzes do norte.

AURORA BOREAL NA SUÉCIA

As auroras polares são um fenômeno causado por partículas do sol em contato com a atmosfera do planeta Terra, causando luzes coloridas. A aurora boreal pode ser vista nos céus de áreas do norte do planeta. A melhor época para ver as auroras boreais da Suécia são os meses entre setembro e março e a mais adequada é a área ao norte do Círculo Ártico.

SOL DA MEIA-NOITE NA SUÉCIA

Apenas a parte norte da Suécia, a chamada Lapónia sueca, situada para além do Círculo Polar Ártico a partir de sítios localizados ao norte da linha do Círculo Ártico pode ver o fenómeno particular do sol da meia-noite.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

SOL DA MEIA-NOITE
Jokkmokk 8 junho   – 3 julho
Gällivare 4 junho   – 12 julho
Kiruna 30 Maio   – 15 julho

A tabela abaixo mostra as horas do nascer do sol e do pôr do sol durante o ano em Estocolmo e Kiruna:

Estocolmo
Kiruna
Período
Nascer do sol
Pôr-do-sol
Nascer do sol
Pôr-do-sol
Janeiro
8:47
14:55
Noite de 24 horas
Fevereiro
8:01
16:01
8:59
14:45
Março
6:48
17:12
7:02
16:41
Abril
6:17
19:26
5:52
19:33
Maio
4:52
20:37
3:43
21:29
Junho
3:47
21:44
O sol não se põe
Julho
3:40
22:02
O sol não se põe
Agosto
4:35
21:13
3:02
22:29
Setembro
5:46
19:50
5:08
20:10
Outubro
5:54
17:21
5:53
17:04
Novembro
7:08
15:54
7:50
14:55
Dezembro
8:19
14:54
10:14
12:41

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: