Home / Europa / França / Tournus: local de uma das abadias românicas mais importantes da França
Tournus, Borgonha, França. Author Adrian Michael. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike
Tournus, Borgonha, França. Author Adrian Michael

Tournus: local de uma das abadias românicas mais importantes da França

Tournus é uma vila de 7.000 habitantes na França do centro-leste na região francesa da Borgonha no departamento de Saône-et-Loire. A cidade é situada na margem do rio Saône no meio de colinas na sua maioria cobertas de vinhas 50 km ao sul de Beaune e 100 km ao norte de Lyon. A atividade principal da vila, como da área circundante, é a produção de vinho.

No passado uma guarnição romana antiga, localizada ao longo das margens do rio Saône, Tournus tornou-se um importante centro religioso graças à influência da abadia de Saint-Philibert. A presente abadia foi construída no final do século XI. No auge de seu poder a Abadia de Tournus estendeu a sua jurisdição sobre 10 comunidades religiosas, algumas das quais localizadas mesmo em Provença.

ATRAÇÕES TURÍSTICAS: O QUE VISITAR EM TOURNUS

A vila bonita de Tournus é famosa pela sua notável abadia, dedicada a Saint-Philibert (São Filiberto) e datada do século XI. Outros edifícios notáveis são a Câmara Municipal do século XVIII e um hospital do século XVII.

Abadia de Tournus, Borgonha, França. Author Giraud Patrick. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike

Abadia de Tournus, Borgonha, França. Author Giraud Patrick

A Abadia de Saint-Philibert de Tournus é um dos monumentos românicos mais importantes da França. Construído no final do século XI, quando na Borgonha havia-se espalhado a basílica com três naves, cobertas a barril, a grande igreja de Saint-Philibert de Tournus é um dos primeiros exemplos deste estilo. A igreja tem uma fachada dominada por duas torres enormes e decorados com pilastras e arcos no estilo da Lombardia, enquanto o interior é austero e majestoso com pilares cilíndricos.

Notável por sua nártex – uma estrutura típica das basílicas ligando a nave com o lado de fora da igreja – que tem a função de átrio de entrada longo e estreito, abóbado de dois andares com uma abóbada de cruz, contribuindo para o desenvolvimento da fachada em dois níveis. A Abadia é composta duma série de santuários espalhados por três níveis: a cripta, a grande igreja e a igreja superior.

Ao lado da igreja na zona sul estão as principais salas do convento, dispostas ao redor do claustro. As relíquias do santo ficam num baú de ouro numa capela com capitéis românicos. Os mosaicos do coro datam do século XII.

A Igreja de Saint-Valerien, considerada uma das capelas da Abadia, destina-se a homenagear São Valeriano, o primeiro padroeiro de Tournus, sendo uma das mais antigas igrejas da cidade. Agora fica em desuso abrigando uma galeria de antiguidades.

De origem românica é também a Igreja de Sainte-Madeleine (Santa Madalena), mas reconstruída no estilo gótico, que mantém da antiga estrutura românica a antiga torre de sino quadrada e um portal elegante decorado com colunas e capitéis duma maneira fina.

MUSEUS: O Hôtel-Dieu, que foi construído nos séculos XVII e XVIII, é um exemplo perfeito de hospital do século XVIII. O edifício é agora um museu, que abriga as coleções do hospital com uma farmácia antiga, instrumentos médicos, arte, religião e música.

Dentro do Hôtel-Dieu fica o Musée Greuze, que tem colecções de arqueologia, escultura, pintura, artes gráficas, arte contemporânea e em particular as obras do pintor Jean-Baptiste Greuze (1725-1805), natural de Tournus.

O clima de Tournus.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: