Home / Ásia / Turquia / Istambul: ponto de encontro entre o Oriente e o Ocidente
Mesquita Azul (Sultanahmet Camii), Istambul, Turquia. Autore Benh LIEU SONG. Licenza Creative Commons Attribuzione-Condividi allo stesso modo 3.0 unported
Mesquita Azul (Sultanahmet Camii), Istambul, Turquia. Autore Benh LIEU SONG

Istambul: ponto de encontro entre o Oriente e o Ocidente

Istambul é a maior cidade da Turquia e o principal centro económico e cultural do Estado turco, além de ser a cidade mais populosa do país e o principal destino turístico. Graças à sua posição geográfica e à sua história Istambul é um ponto de encontro entre o Oriente e o Ocidente. A cidade está localizada ao longo do Bósforo e estende-se de ambos os lados do estreito. A antiga cidade tem o seu coração na parte europeia, enquanto os subúrbios modernos estendem-se principalmente do lado asiático.

Istambul foi fundada pelos gregos no século VII a.C. com o nome de Bizâncio no promontório entre o Corno de Ouro e o Mar de Mármara. A cidade, localizada numa posição estratégica, teve um rápido crescimento tanto no tempo grego, que no tempo dos romanos. Durante o reinado do imperador romano Constantino tornou-se a capital do Império Romano em 330 d.C., mudando seu nome para Constantinopla. Neste período foi embelezada com suntuosos palácios e cercadas por poderosas muralhas defensivas.

Em 395 d.C. com a divisão do Império Romano Constantinopla tornou-se a capital do Império Romano do Oriente, conhecido como Império Bizantino e permaneceu capital por mais de mil anos (395-1204 e 1261-1453). Entre 1204 e 1261 após a Quarta Cruzada a cidade foi a capital do Império Latino. O dia 29 de maio de 1453 após um cerco de oito semanas Constantinopla caiu para o poder das tropas do sultão otomano Maomé II, tornando-se sob o nome de Istambul a capital do Império Otomano.

Hagia-Sophia, Istambul, Turquia. Author Arild Vågen. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike

Hagia-Sophia, Istambul, Turquia. Author Arild Vågen

Metrópole moderna e capital comercial da Turquia, Istambul já foi o centro de alguns dos impérios importantes da história: O Império Bizantino e o Império Otomano. Passou para a história pela primeira vez como Bizâncio e depois como Constantinopla e assumiu o seu nome atual de Istambul com a conquista islâmica de 1453.

A atual cidade pode ser dividida em três partes distintas: A parte mais antiga da cidade está localizada no promontório entre o Corno de Ouro e o Mar de Mármara, enquanto entre o Corno de Ouro e o Bósforo fica o bairro moderno de Beyoglu e do lado asiático fica finalmente o subúrbio comercial de Üsküdar (Scutari).

A cidade tem belos vestígios do seu passado antigo: Encontramos monumentos, igrejas, mesquitas, castelos e palácios espetaculares: A Catedral de Santa Sofia, o maravilhoso Palácio Topkapi – onde residiam os sultões otomanos -, a mesquita de Suleiman o Magnífico, a mesquita de Rustem Pasa, a Mesquita azul, a Igreja Kahriye Camii – famosa pelos mosaicos – e os castelos de Anadolu e Rumeli. Entre os muitos museus para visitar existem: O Museu do Serralho (Topkapi), o Museu de Arqueologia, o Museu dos Mosaicos e o Museu do Antigo Oriente.

O clima de Istambul.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Siga-nos no Facebook
Mantenha-se informado sobre Guia Viagem