Home / Europa / Espanha / Baeza: uma das jóias do Renascimento na Andaluzia
Fuente de los Leones, Baeza, Andaluzia, Espanha. Author and Copyright Liliana Ramerini
Fuente de los Leones, Baeza, Andaluzia, Espanha. Author and Copyright Liliana Ramerini

Baeza: uma das jóias do Renascimento na Andaluzia

A pequena cidade de Baeza com 15.000 habitantes fica a 770 metros de altura nas colinas com vista para a região de La Loma e Las Villas na margem direita do vale do rio Guadalquivir apenas a 10 km de Úbeda. Ambas as cidades foram declaradas em 2003 um património mundial da UNESCO. Os centros históricos das duas cidades são o primeiro exemplo notável da arquitectura civil do Renascimento e do planeamento urbano na Espanha no início do século XVI.

Baeza, apesar de ter origens romanas e tem sido um importante centro durante a ocupação árabe, sabe-se graças ao trabalho de arquitetos como Andrés de Vandelvira, que se trata dum dos melhores exemplos de arquitetura renascentista italiana presente na Espanha. Baeza parece ser mais uma vila italiana, que uma vila espanhola, possuindo um senso incomum de luz, ordem e proporção.

QUE VER: AS PRINCIPAIS ATRAÇÕES DE BAEZA

Antigua Carnicería, Baeza, Andaluzia, Espanha. Author and Copyright Liliana Ramerini

Antigua Carnicería, Baeza, Andaluzia, Espanha. Author and Copyright Liliana Ramerini

O passeio pela vila pode começar a partir da pequena Praça do Povo, também conhecida como Plaza de los Leones, onde podemos admirar a Casa do Povo do seculo XVI no estilo plateresco, a Fuente de los Leones e a Carniceria, que é a loja dum velho açougueiro.

Não muito longe chega-se à Praça de Santa Maria com uma fonte monumental do século XVI, onde estão as Casas Consistoriais, o seminário do século XVII e a Catedral no estilo gótico-renascentista de Santa María, que é uma obra do século XVI por Andrés de Vandelvira.  Outro edifício interessante é o Palacio de Jabalquinto, um prédio no estilo elizabetano por Juan Guas.

Entre os principais edifícios civis do renascimento de Baeza são a Universidade de Baeza, fundada em 1538, e o Ayuntamiento, construído no século XVI, e a catedral, projetada por Andres de Vandelvira. Outros edifícios de interesse estão localizados na Plaza de España e no Paseo de la Constitución. As portas de Ubeda e Córdova e o arco de Baeza são entre os poucos remanescentes das fortificações árabes ainda visíveis hoje.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: