Home / Europa / Alemanha / Garmisch-Partenkirchen: a estância climática mais popular dos Alpes da Baviera
Garmisch-Partenkirchen, Baviera, Alemanha. Autor Bbb. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike
Garmisch-Partenkirchen, Baviera, Alemanha. Autor Bbb

Garmisch-Partenkirchen: a estância climática mais popular dos Alpes da Baviera

Garmisch-Partenkirchen é uma pequena cidade de 26.000 habitantes na Alta Baviera perto da fronteira com a Áustria a apenas 60 km ao norte de Innsbruck e a 90 km ao sul de Munique. Esta cidade nos Alpes da Baviera está situada a 700 metros de altura numa bacia cercada por montanhas. Ao sul da cidade de Garmisch-Partenkirchen sobe a montanha mais alta da Alemanha: a Zugspitze com 2.963 metros.

Partenkirchen nasceu no tempo dos romanos como uma paragem de descanso ao longo dum ramo secundário da Via Claudia, que era a Via Raetia. Naquele tempo a aldeia tinha o nome de Partanum. No que diz respeito a Garmisch, a aldeia teve o seu nascimento na Idade Média, provavelmente no século IX.Durante a Idade Média as duas aldeias ficaram sob a jurisdição dos príncipes-bispos de Freising e permaneceram sob este regime até o início do século XIX. As duas aldeias floresceram na Idade Média graças à sua posição numa importante rota comercial entre Veneza e Augsburgo.

No século XVII a Guerra dos Trinta Anos a área empobreceu particularmente, que já sofreu dum comércio reduzido pelo desenvolvimento do tráfego marítimo após a descoberta da América e da rota para a Índia. No final do século XIX as duas aldeias viram um novo desenvolvimento através do turismo. Em 1935 as duas vilas de Garmisch e Partenkirchen uniram-se para formar a atual cidade de Garmisch-Partenkirchen. Em 1936 Garmisch-Partenkirchen sediou os IV Jogos Olímpicos de Inverno. Nas décadas seguintes a cidade ganhou fama e notoriedade como uma importante estância de férias e de desporto de inverno.

Garmisch-Partenkirchen, Baviera, Alemanha. Autor Michielverbeek. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike

Garmisch-Partenkirchen, Baviera, Alemanha. Autor Michielverbeek

A cidade foi fundada em 1935 pela união dos centros de Garmisch e Partenkirchen. É a mais importante estância alpina alemã e está rodeada pelos picos dos Alpes da Baviera, entre eles a montanha mais alta da Alemanha: A Zugspitze com 2.962 metros. A principal característica da cidade são as belas casas antigas decoradas de Partenkirchen e sobretudo para não perder um passeio ao longo da Ludwigstrasse. Esta rota, que segue a antiga rota da estrada romana preserva casas de madeira valiosas decoradas e pintadas. Entre elas são as mais antigas o Altes Haus (Ludwigstrasse 8) e o Wackerlehaus (Ludwigstraße 47), sendo as únicas casas, que sobreviveram aos terríveis incêndios de 1811 e 1865.

Entre os edifícios religiosos vale a pena visitar a Alte Pfarrkirche St. Martin de Garmisch (a velha Igreja Paroquial de São Martinho), uma igreja gótica cheia de afrescos e belos vitrais, e o santuário barroco de Santo Antão com vista para Partenkirchen. Este último foi construído no início do século XVIII e contém alguns afrescos. O Museu Werdenfels é um museu dedicado à história local, que abriga uma bela coleção de bonecas antigas.

Montanhas em torno de Garmisch-Partenkirchen, Baviera, Alemanha. Autor US Army Africa. Licensed under the Creative Commons Attribution

Montanhas em torno de Garmisch-Partenkirchen, Baviera, Alemanha. Autor US Army Africa

As principais atrações da área são o desporto de inverno e as caminhadas nas montanhas. Entre as coisas para ver nos arredores de Garmisch-Partenkirchen existe a montanha mais alta da Alemanha: A Zugspitze, localizada ao sul da cidade perto da aldeia de Grainau. O topo da montanha é atingido por um teleférico ou por um comboio pequeno, chamado Zugspitzbahn. São espetaculares os desfiladeiros de Partnach, desfiladeiros esculpidos pelo rio, que estende-se por 700 metros com uma profundidade de 80 metros.

10 km ao sul de Garmisch fica o Königshaus am Schachen, um pequeno castelo construído entre 1869 e 1872 pelo rei Ludwig II da Baviera. Ao lado do castelo encontra-se o Alpengarten auf dem Schachen, um jardim botânico alpino. Este castelo só pode ser alcançado através duma caminhada de 4 horas de Elmau ou de Garmisch-Partenkirchen.

Garmisch-Partenkirchen é um excelente ponto de partida para visitar os castelos de Schloss Linderhof e de Schloss Neuschwanstein, construídos a mando do rei Ludwig II da Baviera.

O clima de Garmisch-Partenkirchen.

Texto português corrigido por Dietrich Köster. 

banner
Siga-nos no Facebook
Mantenha-se informado sobre Guia Viagem