Home / Europa / Espanha / Valência: uma das cidades mais vibrantes da Espanha
L'Umbracle, Ciudad de las Artes y las Ciencias, Valência, Comunidade Valenciana, Espanha. Author Chamaeleon. No Copyright
L'Umbracle, Ciudad de las Artes y las Ciencias, Valência, Comunidade Valenciana, Espanha. Author Chamaeleon

Valência: uma das cidades mais vibrantes da Espanha

Valência com mais de 800 mil habitantes é a terceira maior cidade da Espanha depois de Madrid e Barcelona ​​e é também o terceiro centro económico e industrial espanhol, quer dizer uma das cidades mais dinâmicas do país. A cidade está localizada no Mar Mediterrâneo e é também um importante porto, um dos mais ativos do Mediterrâneo, a partir do qual passam 20% das exportações espanholas. Em 2007 e 2010 Valência organizou a Copa América.

A origem de Valência remonta à fundação dum assentamento militar romano de 140 a.C. Durante o Império Romano foi uma das principais cidades da província de Hispania Tarraconensis. Na Idade Média Valência foi ocupada pelos visigodos e em 711 pelos árabes. Durante a dominação árabe a cidade foi chamada Balansiya.

Valência foi libertada por Rodrigo Díaz de Vivar (El Cid) em 1094. Ela foi novamente ocupada pelos Almorávidas em 1102. Em 1238 Valência foi definitivamennte libertada por Jaime I de Aragão. Graças ao desenvolvimento da Espanha nos séculos XV e XVI Valência foi uma das principais cidades mercantis do Mediterrâneo.

QUE VER: AS PRINCIPAIS ATRAÇÕES DE VALÊNCIA

Catedral, Valência, Comunidade Valenciana, Espanha. Author Felivet. No Copyright

Catedral, Valência, Comunidade Valenciana, Espanha. Author Felivet

Valência ainda tem monumentos legados por diferentes culturas, que existiam na cidade. Graças ao desenvolvimento súbito e intenso nos últimos anos a cidade tem uma rica herança da arquitetura moderna. No centro fica a catedral gótica do século XIII, o Mercado de Colón e o Palácio da Generalitat, que é o mais importante monumento do passado de Valência. A Lonja de la Seda, um belo edifício cívico do século XV foi declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1996. A Lonja foi construída entre 1482 e 1533 e foi originalmente usada como o Mercado da Seda.  Sempre foi o centro do comércio na cidade. O edifício é uma obra-prima da arte gótica, sendo um símbolo do poder e da riqueza de Valência nos séculos XV e XVI. São claramente visíveis na magnífica Sala de Contratação (Sala de Contratación).

Nas imediações da Lonja é o Mercado Central modernista e a igreja de los Santos Juanes. Das paredes da cidade permanecem as Torres de Quart e Torres de Serranos, ambos do século XV.

Valência, Comunidade Valenciana, Espanha. Author Keith Ellwood. Licensed under the Creative Commons Attribution

Valência, Comunidade Valenciana, Espanha. Author Keith Ellwood

Na Plaza de la Virgen fica o palácio da Generalitat do século XV, a Basílica gótica da Virgem dos Desamparados e a Catedral, um edifício no estilo gótico, construído nos séculos XIII e XV, que no seu interior contém o Cálice Sagrado. A catedral tem três portais: o primeiro românico, o chamado “Puerta del Palau ou de la Seo” do século XIII, o segundo é um portal gótico, chamado “Puerta de los Apóstoles” ou “de David” do século XIV e o terceiro portal é barroco e foi construído no século XVIII. Dentro há quatro capelas de cada lado e o coro conduzindo para o transepto e à capela-mor. A torre do sino da catedral foi construída entre os séculos XIV e XV.

O antigo bairro de Barrio del Carmen contem edifícios do período árabe. Grande parte do distrito do Eixample é em vez caracterizada por edifícios no estilo do art nouveau. O edifício da estação principal, a Estación Del Norte, é um belo exemplo de art deco.

Valência é uma cidade projetada para o futuro: entre a arte moderna são notáveis os muitos projetos ​​pelo arquiteto Santiago Calatrava, natural de Valência, incluindo a estação de metro Alameda, a ponte do Peineta e a futurista Cidade de Artes e Ciências (Ciudad de las Artes y las Ciencias), complexo de lazer projetado para se divertir-se, para a arte, para a música e a ciência, que contém um museu de ciência, e o parque oceanográfico com o maior aquário da Europa com 45.000 exemplares de 500 espécies de todo o planeta, um teatro IMAX e o Palácio das Artes.

Os arredores da cidade estão cheios de magníficas praias com vista para o Mar Mediterrâneo. Valência é uma das cidades mais famosas da Espanha por diversão e vida noturna. Há muitas áreas da cidade como Cánovas, o Barrio del Carmen e a Cidade Universitária, que são cheias de bares, pubs e discotecas. Valência é famosa em todo o mundo para a Paella Valenciana. Existem dois tipos de Paella Valenciana: a “paella de marisco” com produtos do mar e a “paella mixta” com uma mistura de carne e peixe.

Lonja de la Seta, Valência, Comunidade Valenciana, Espanha. Author Felivet. No Copyright

Lonja de la Seta, Valência, Comunidade Valenciana, Espanha. Author Felivet

Tradicionalmente entre o 15 e o 19 de março é realizado na cidade o festival de Fallas, o mais famoso festival da cidade, uma festa espetacular, que perturba a vida da cidade. Há eventos, desfiles, fogos de artifício, tambores, música, shows com dança e cantos nas ruas. Construem-se cartões, que são colocados nas ruas e nas praças dos bairros da cidade apenas para ser queimados na noite de 19.

Entre os locais a visitar nos arredores de Valência para o norte da cidade podemos citar o Mosteiro de El Puig e continuando para o norte chega às ruínas da cidade romana de Sagunto com um belo teatro romano e um imponente castelo imponente.

Apenas 15 km ao sul de Valência fica La Albufera, uma área de lagoas e pântanos, agora uma reserva natural, onde ninham muitas espécies de aves aquáticas. Continuando em direcção a Alicante chegamos à Costa Blanca e ao principal centro turístico de Benidorm. Entre as cidades históricas do interior Xativa com o seu castelo faz parte do Património Mundial da UNESCO. Existem 300 locais de arte rupestre na província de Valência. Ao norte de Valência na província de Castellón de la Plana encontra-se a Costa del Azahar, uma área costeira espetacular.

COMO LOCOMOVER-SE: METRO E TRANSPORTE URBANO EM VALÊNCIA

O transporte urbano em Valência é servido pela FGV (Ferrocarrils de la Generalitat Valenciana), que administra o Metro de Valência e outros serviços de transporte ferroviário e de autocarros da cidade.

A rede de metro é composta por mais de 160 km de linha, dos quais 19 km subterrânea – aquelas, que passam pela área central da cidade – com um total de três linhas de metro e duas linhas de superfície de eléctricos. As estações são 178.

Valencia tem uma rede de transportes de autocarros, operada pela Empresa Municipal de Transportes. Os autocarros estão em serviço entre 5:30 da manhã até 2:30 da noite.

COMO CHEGAR: VOOS PARA VALÊNCIA

O aeroporto de Valência é o Valencia Airport (IATA: VLC), que está localizado a 9 km a oeste de Valência. O aeroporto da cidade é o segundo aeroporto mais movimentado na Comunidade Valenciana – o mais importante é o de Alicante – e o oitavo maior aeroporto da Espanha. Valência está conectada com as principais nações européias.

O aeroporto é bem servido por transportes públicos: as linhas de metro 3 e 5, conectando-lo ao centro da cidade em 15 minutos, ao porto e à estação ferroviária. Há também linhas de autocarro (Metrobus), que levam 45 minutos, ligando com o centro da cidade e o serviço de autocarro (Aerobus), que leva apenas 20 minutos para chegar ao centro de Valência.

O clima de Valência.

Texto português corrigido por Dietrich Köster. 

banner
Siga-nos no Facebook
Mantenha-se informado sobre Guia Viagem