Home / Europa / Espanha / Guadix: uma cidade com um bairro de casas esculpidas na rocha

Guadix: uma cidade com um bairro de casas esculpidas na rocha

Guadix com 20.000 habitantes é uma pequena cidade localizada a 55 km de Granada no sopé da Serra Nevada a uma altitude de 950 metros. Guadix é um dos mais antigos assentamentos humanos na Península Ibérica. No tempo dos romanos era conhecido como Julia Gemella Acci e durante a dominação árabe foi chamado Wadi Ash, do qual é derivado seu nome atual.

Entre os monumentos mais importantes são a Catedral, construída no estilo gótico-renascentista a partir de 1510 no local da mesquita principal. A igreja, concluída no século XVIII, tem uma fachada barroca e a torre é do século XVII. Na sacristia há um museu catedralicio interessante com pinturas barrocas, manuscritos e jóias.

Na Praça da Catedral é a Escuela de Artes y Oficios, um antigo seminário do século XVII. Ao lado estão o Hospital Real de la Caridad e a Igreja de São José dos séculos XVI e XVII. O Palácio Consistorial está localizado na Plaza de las Palomas. A Plaza de la Constitución ou de los Corregidores representa o centro histórico e artístico da cidade com construções dos séculos XVI e XVII.

Casa na rocha, Guadix, Andaluzia, Espanha. Author and Copyright Liliana Ramerini

Casa na rocha, Guadix, Andaluzia, Espanha. Author and Copyright Liliana Ramerini

O Alcazaba, a fortaleza moura construída nos séculos X e XI, domina a cidade e a partir de suas torres pode gozar excelentes vistas da cidade e do distrito troglodita. Interessante é também a Igreja de Santiago do século XVI no estilo gótico-mudéjar com um rico portal plateresco.

Finalmente a mais famosa atração é o bairro troglodita com as casas cavadas no tufo. Os pontos naturais das Cuatro Veredas e de San Fandila oferecem uma vista espectacular sobre o bairro.

Entre outros edifícios de prestígio em Guadix podemos citar o Convento de la Concepción do século XVII, a Igreja de São Miguel, o Convento de Santo Domingo, a Puerta de San Torcuato do século XVI e os palácios renascentistas Palácio de Peñaflor do sécolo XVI e Palácio de Villalegre.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: