Home / Europa / Portugal / Braga: uma das cidades mais antigas de Portugal

Braga: uma das cidades mais antigas de Portugal

A cidade de Braga com 170 mil habitantes, localizada no norte de Portugal a 50 km do Porto e a uma curta distância de Guimarães, é uma das cidades mais antigas do país e foi fundada pelos romanos sob o nome de Bracara Augusta.

Em 715 foi ocupada pelos árabes e foi libertada pelos cristãos em 1040. Tornou-se importante já na Idade Média. Em 1070 foi elevada a um bispado e em seguida entre 1093 e 1147 era a residência do tribunal português. No século XII tornou-se a sede dum arcebispo com jurisdição sobre a maior parte da Península Ibérica.

Graças ao poder da igreja foi no século XVIII o principal centro de arte barroca em Portugal e era tão importante para ser chamada a Roma Portuguesa.

QUE VER: AS PRINCIPAIS ATRAÇÕES DE BRAGA

O centro da cidade é a Praça Municipal e o parque do Jardim de Santa Bárbara. O Jardim de Santa Barbara oferece uma vista para o gigantesco Palácio Episcopal (Paço Episcopal), concluído no século XVIII e é a antiga sede do arcebispo. Abriga agora a biblioteca municipal, um dos mais importantes em Portugal e o Museu Regional de Arqueologia D. Diogo de Sousa. Não muito longe está a igreja renascentista da Misericórdia.

O edifício mais interessante do centro histórico é a Sé (catedral), cuja construção começou no século XII. A igreja é composta por um edifício principal e várias capelas, que são uma mistura de estilos do românico e gótico com decorações no estilo manuelino.

Os portais central e meridional são romanicos, a abside em vez é do século XVI e a pia batismal e a sepultura do Infante Afonso são no estilo manuelino. Entre as capelas, que podem ser acessadas por meio do claustro, são interessantes a Capela dos Reis e a Capela de Nossa Senhora da Glória. A borda ocidental da cidade velha faz fronteira com o Arco da Porta Nova, um arco do século XVIII, que permitiu a entrada na cidade. Do antigo castelo e das muralhas da cidade, destruídos em 1906, deixa apenas a Torre de Menagem do século XIV. Outros locais de interesse no centro histórico são a Fonte do Ídolo, uma fonte romana do primeiro século d.C., as igrejas de Santa Eulália, São Sebastião, São João do Souto, a capela dos Coimbras, o Palácio Municipal do século XVIII em estilo barroco e o Palácio do Raio do século XVIII em estilo barroco com uma fachada ricamente decorada. Braga é o lar duma das universidades mais prestigiadas de Portugal. Trata-se da Universidade do Minho.

Entre os museus vale a pena mencionar: o Palácio dos Biscainhos, que abriga o Museu Etnográfico e Artístico e o Museu Pio XII, dedicado à arte sacra e o Museu Regional de Arqueologia D. Diogo de Sousa.

Para completar o passeio precisa sair do centro histórico e visitar pelo menos um dos três santuários famosos, que cercam a cidade: o Santuario do Bom Jesus do Monte (1784-1811), provavelmente é o mais famoso sendo um dos primeiros edifícios neoclássicos em Portugal. Este santuário está localizado a 5 km de Braga e pode ser alcançado através dum funicular ou através duma longa escadaria, a famosa Escadaria do Bom Jesus. Os outros dois lugares sagrados para visitar são o Santuário do Salmeiro do século XIX e a e igreja de Santa Maria da Falperra, uma igreja barroca do século XVIII.

O clima de Braga.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.



Booking.com

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: