Home / Ásia / Vietname (Vietnã) / A Baía de Ha Long: a maravilha natural do Vietname
A Baía de Ha Long (Ha Long Bay), Vietnã (Vietname). Autor Brian Fagan. Licensed under the Creative Commons Attribution
A Baía de Ha Long (Ha Long Bay), Vietnã (Vietname). Autor Brian Fagan

A Baía de Ha Long: a maravilha natural do Vietname

Por causa da beleza da Baía de Ha Long ela faz parte do património mundial da UNESCO desde 1994 e em 2012 a Wonders Foundation nomeou a Baía de Ha Long uma das sete maravilhas naturais novas do mundo. Todos esses elógios são merecidos, porque a Baía encerra sugestões equilibradas, vistas e paisagens fascinantes, que têm o sabor doutros mundos ou que parecem brotar a imaginação dum ilustrador de fantasia.

O nome deste lugar, que parece suspenso no tempo, tem suas raízes etimológicas na antiga lenda. Parece que na Baía teve lugar uma batalha sangrenta entre homens e dragões. Estes dragões cuspiram da boca jade e outras pedras preciosas, que formaram as ilhas da lagoa. O maior dragão caiu na água, dando vida à Baía. Isto explica as cores fabulosas sobre o mar e o nome do lugar: Ha Long significa Baía do dragão.

A Baía de Ha Long está localizada no Golfo de Tonquim e faz parte da província de Quang Ninh. Fica a 164 km de Hanói e consiste de três mil ilhotas de calcário, que surgem da água do mar subindo para o céu. O cenário é particularmente fascinante, especialmente durante as primeiras horas da manhã, quando uma névoa fina dá uma aparência lânguida e melancólica à Baía.

A Baía de Ha Long (Ha Long Bay), Vietnã (Vietname). Autor Emilio Labrador. Licensed under the Creative Commons Attribution

A Baía de Ha Long (Ha Long Bay), Vietnã (Vietname). Autor Emilio Labrador

O melhor meio de transporte para visitar este lugar é com um junco, um barco típico local, ou com o caiaque. Ao longo do curso d’água há um verde brilhante e ao longo das falésias calcárias espetaculares, que guardam cavernas cársticas, recebe uma experiência impressionante. As ilhotas foram usinadas a partir dos elementos e assumiram no tempo formas de extraordinária beleza. A vegetação, que as cobre, é exuberante. As plantas verdes refletem-se no mar, contrastando com o céu azul.

Ao pôr do sol as luzes amolecem dando novos perfis às ilhotas. Através das pilhas pode ver os sampans, barcos de madeira típicos, que retornam à costa. A Baía engloba mais de 160 km de costa, onde as praias de areia branca oferecem uma típica aparência exótica, alternando com ravinas. Tudo pode descobrir de barco. A maior ilha é Cat ba. Mais da metade do seu território faz parte do Parque Nacional Cát Bà, onde são protegidas várias espécies de animais, incluindo os macacos e mais de 70 variedades de pássaros. A ilha é um excelente ponto de partida para cruzeiros na lagoa.

Ha Long Bay, Vietnã (Vietname). Author HoangP. Licensed under the Creative Commons Attribution

Ha Long Bay, Vietnã (Vietname). Author HoangP

As cavernas cársticas, encontradas nas diversas ilhas, valem a pena duma visita. Entre estas a caverna Thien Cung atrai sempre um grande número de turistas. Localizada na ilha Dau Go a 25 metros acima do nível do mar, oferece um espetáculo duma beleza rara. Naturalmente existem lendas sobre este lugar, que está cheio de charme e sugestões. Águas ricas em vida marinha e as paisagens subaquáticas exóticas de valor natural são uma atração da baía.

A ilhota piccola Dau Nguoi dá uma reminiscência duma cabeça humana gigante singular, que parece emergir das águas sonolentos. O melhor momento para admirar este espetáculo natural é durante o pôr do sol, quando o sol dá destaques vermelhos na ilhota e na água. Também vale a pena de ver as aldeias de pescadores típicas, testemunhos da cultura e das tradições locais.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Siga-nos no Facebook
Mantenha-se informado sobre Guia Viagem