Home / Oceania / Polinésia Francesa / Fatu Hiva: a ilha mais espetacular e selvagem do arquipélago das Marquesas

Fatu Hiva: a ilha mais espetacular e selvagem do arquipélago das Marquesas

A ilha de Fatu Hiva com 84 km² e 587 habitantes é a ilha mais ao sul do arquipélago das Ilhas Marquesas. A ilha está localizada a 80 km ao sul da ilha de Hiva Oa e é a ilha do arquipélago mais difícil de visitar. Não há um aeroporto e não existem ligações regulares com as outras ilhas.

Fatu Hiva é a ilha habitada mais remota das Marquesas e é também a mais verde graças a chuvas fortes. Na ilha são cultivadas frutas cítricas e bananas. A ilha foi a primeira a ser descoberta pelos europeus. Fatu Hiva foi descoberta no dia 21 de julho de 1595 pela expedição liderada pelo explorador espanhol Álvaro de Mendaña y Neira.

A ilha de Fatu Hiva é o que resta de dois vulcões, um dos quais cresceu na cratera do outro. A cordilheira atual forma um cume, cujo ponto mais alto é o Monte Touaouoho com 960 metros. Na ilha há duas aldeias localizadas ao longo da costa oeste: Hanavave, localizada no norte na baía de Hanavave, conhecida como a Baía das Virgens e no sul da ilha fica Omoa na Baía de Omoa.

A ilha é uma das mais espetaculares e mais selvagens das Marquesas. A área mais famosa e mais conhecida é a chamada Baía das Virgens em frente à aldeia de Hanavave. Hanavave na Baía das Virgens oferece uma das paisagens mais fantásticas da Polinésia Francesa inteira.

COMO CHEGAR A FATU HIVA: A ilha não tem um aeroporto e não existem ligações regulares para as outras ilhas do arquipélago. Somente ocasionalmente há barcos, que saem do porto de Atuona na ilha de Hiva Oa. A melhor maneira de chegar à ilha é um cruzeiro a bordo do cargueiro “Aranui”.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: