Home / América do Norte / Estados Unidos / Estados Unidos: modernidade e natureza

Estados Unidos: modernidade e natureza

Os Estados Unidos da América (EUA) (United States of America; USA) é uma república presidencial, formada por uma federação de 50 estados e um distrito federal, quer dizer o Distrito de Columbia = Cidade de Washington, a capital dos EUA e sede do governo federal.

O país é limitado a norte pelo Canadá e no sul pelo México. As costas são banhadas pelo Oceano Atlântico a leste, pelo Oceano Pacífico a oeste e pelo Golfo do México a sul. A ilha de Porto Rico no Caribe é um estado associado aos Estados Unidos. Dependências dos EUA no Caribe são as Ilhas Virgens Americanas, a Ilha Navassa (entre o Haiti e a Jamaica) e a Baía de Guantánamo em Cuba. Doutro lado territórios dos EUA no oceano Pacífico são as Samoas Americanas, a ilha de Guam, a ilha de Midway, as ilhas Marianas do Norte e as ilhas Wake, Palmyra, Baker, Howland, Jarvis, Johnston, Kingman Reef, Petrel e Serranilla Bank. As grandes cidades incluem Nova Iorque, Los Angeles, São Francisco, Chicago, Boston, Filadélfia, Baltimore, Seattle, Miami e Washington.

O território dos Estados Unidos, estendendo-se ao norte do Trópico de Câncer a quase 50° de latitude norte tem uma grande variedade de paisagens e ambientes naturais. De leste a oeste existem a costa ao longo do Oceano Atlântico, as Montanhas Appalachianas, as Grandes Planícies Centrais, as Montanhas Rochosas, os Grandes Planaltos, as serras costeiras e o litoral do Oceano Pacífico.

As costas ao longo do Oceano Atlântico a partir de Cape Hatteras até a fronteira com o Canadá são altas e acidentadas com inúmeras enseadas, enquanto ao sul de Cape Hatteras aparecem costas baixas, rodeadas por dunas e lagoas. Esta formação do litoral continua na Flórida e ao longo da costa do Golfo do México, onde a costa é por vezes pantanosa. No interior do leste dos Estados Unidos de sudoeste para nordeste estende-se por mais de 2.500 km até a fronteira com o Canadá a cordilheira das Montanhas Appalachianos, caracterizadas por picos não muito altos, atingindo a altura máxima com o Mount Mitchell com 2.037 metros nas montanhas Blue Ridge.

A oeste das Montanhas Appalachianas estendem-se as vastas Planícies Centrais (Interior Plains), caracterizadas pelos cursos dos grandes rios americanos do Mississippi e Missouri. Ao norte fica a região dos Grandes Lagos, dos quais apenas o Lago Michigan com 58.016 km² pertence exclusivamente aos Estados Unidos. Os outros quatro grandes lagos são divididos entre o Canadá e os Estados Unidos. Estes são o Lago Superior com 84.131 km², o segundo maior lago do mundo, depois do Mar Cáspio, o Lago Huron com 61.797 km², o quarto maior lago do mundo, o Lago Erie com 25.612 km² e o Lago Ontário com 18.941 km².

Em torno dos Grandes Lagos encontram-se as planícies centrais. Ao sul há a planície de inundação do Mississippi e ao oeste do curso do Missouri é a região das Grandes Planícies (Great Plains), formada por planaltos entre 700 e 1200 metros. Aqui existem extensas culturas de cereais, enormes áreas utilizadas para o gado, mas também as Bad Lands (South Dakota), uma paisagem semi-desértica de voçorocas.

A oeste das Grandes Planícies estendem-se por mais de 3.000 km a partir do sudeste para o noroeste a cadeia das Montanhas Rochosas. A parte sul da cadeia atravessa os estados do Novo México, Colorado e Wyoming e apresenta os mais altos picos da cordilheira inteira, que excedem os 4.000 m na Sangre de Cristo Mountains (Blanca Peak com 4.372 metros, no Front Range com Grays Peak com 4.350 metros, no San Juan Mountains (Uncompahgre Peak com 4.361 metros), no Mosquito Range (Monte Lincoln com 4.354 metros) e na Sawatch Range no Colorado, onde é a montanha mais alta: o Monte Elbert com 4.401 metros. As partes central e setentrional da cadeia, que atravessa os estados de Utah, Wyoming, Idaho e Montana tem montanhas de mais de 4.000 metros como nas Montanhas Uinta em Utah (Kings Peak com 4.123 metros), nas montanhas Bighorn (Cloud Peak com 4.013 metros), no Wind River Range (Gannett Peak com 4.207 metros) e no Grand Teton com 4.197 metros em Wyoming.

A oeste das Montanhas Rochosas é a área dos planaltos atravessados pelos rios Colorado e Columbia. O planalto Columbia é inteiramente coberto com camadas de lava, enquanto que o do Colorado, localizado a uma altitude entre 2.000 e 3.000 metros, é composto de camadas sucessivas de calcário e arenito, esculpidas pela ação erosiva espectacular do Rio Colorado, que forma o famoso Grand Canyon.

A oeste do Planalto do Colorado é uma área extremamente árida: a Grande Bacia. Existem altas montanhas como o Pico Wheeler com 3.982 metros e depressões profundas, tais como a Vale da Morte (Death Valley), que está localizada na Califórnia a 86 metros debaixo do nível do mar, que é o ponto mais baixo de todo o continente americano. Antes de chegar à costa do Oceano Pacífico há as montanhas costeiras da Serra Nevada e as Montanhas Cascade. Na Serra Nevada existe a montanha mais alta dos Estados Unidos (excluindo o Alasca): o Monte Whitney com 4.421 metros. Nas Montanhas Cascade há vulcões notáveis ​​como o Monte Rainier com 4.392 metros, o Monte Adams com 3.742 metros, o Monte Baker com 3.285 metros no estado de Washington, o Monte Hood com 3.429 metros em Oregon e o Monte Shasta com 4.322 metros na Califórnia. A costa do Oceano Pacífico é principalmente alta e rochosa.

No que diz respeito aos rios os Estados Unidos têm a sua principal área de captação no sistema do rio Mississippi com o Missouri, que mergulha no Golfo do México com um delta de grande porte. É a terceira bacia hidrográfica, por extensão, do mundo com 3,328 milhões quilômetros quadrados e o quarto maior do mundo para o comprimento com 5.970 quilômetros. Outros rios importantes são o Columbia, o Colorado, o Rio Grande, o Hudson, o Delaware, o Potomac, o Savannah e os afluentes do Mississippi para a esquerda como o Ohio, o Tennessee e o Illinois.

Os Estados Unidos da América representam a maior e mais desenvolvida economia do mundo. A agricultura é altamente mecanizada. Há uma grande produção de cereais como milho, trigo, centeio, aveia, cevada e arroz. Importante é o cultivo de algodão, soja, tabaco, beterraba, frutas como maçãs, pêssegos e pêras e também de tomates, feijão, frutas cítricas como laranjas, toranjas e limões e de uvas. Os Estados Unidos são o maior produtor de madeira do mundo. A pecuária consiste principalmente de bovinos e suínos.  Há pesca também. Os recursos minerais são enormes, incluindo fontes de energia como petróleo, gás natural e carvão. Entre os minerais são extraídos sobretudo ferro, cobre, ouro, prata, chumbo, zinco, rádio, urânio, vanádio e mercúrio. Na indústria são importantes a indústria siderúrgica, mecânica, têxtil, informática, química e petroquímica. Finalmente o fluxo de turistas é notável.

Texto português corrigido por Dietrich Köster. 

  • Superfície: 9.372.614 km²: área arável 19,1%, prados e pastagens 24,4%, florestas e bosques 31,6%, terra inculta e improdutiva 24,9%
  • População: 303.000.000 (situação em 2007): europeus 74.7%, africanos 12.1%, asiáticos 4.3%, índios americanos 0.8% (situação em 2005).
  • Capital: Washington.
  • Língua oficial: A língua oficial é o inglês. O espanhol é falado por 10% da população (29,6 milhões), seguidos pelos chineses com 2,2 milhões e o francês com 1,8 milhões (situação em 2003).
  • Religião: Cristãos 79,8%: protestantes 53% (Batistas 17,2%, Metodistas 7,2%, Luteranos 4,9%, Presbiterianos 2,8%), católicos 25,9%; judeus 1,4%, muçulmanos 0,6%, budistas 0,5%, hindus 0,4%.
  • Moeda: Dólar estadunidense (USD)
  • Fuso horário: UTC-5 a -10 horas, no verão (DST) UTC-4 a -9 horas

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: