Home / América do Norte / Estados Unidos / Arizona / Viagem para o Arizona e Utah: do Grand Canyon para a Floresta Petrificada e o Monument Valley

Viagem para o Arizona e Utah: do Grand Canyon para a Floresta Petrificada e o Monument Valley

<—- DE LAS VEGAS PARA O GRAND CANYON

3° dia: Grand Canyon National Park- Holbrook (Petrified Forest National Park)

Nós nos levantamos em torno das 7.00 e depois do almoço por volta das 8h30 partimos para nosso próximo destino: Humphreys Peak, Meteor Crater e o Parque Nacional da Floresta Petrificada. Depois de passar as proximidades de Humphreys Peak com 3.853 metros de altitude, uma montanha coberta de neve, chegamos às 10.30 ao Meteor Crater que visitamos.

A paisagem, que percorremos, é realmente incrível: O contraste entre as montanhas belas cobertas de neve e o deserto vermelho. Após o Meteor Crater chegamos a Holbrook, onde tomamos posse do nosso quarto no America’s Best Value Inn. A distância percorrida entre o Grand Canyon e Holbrook é de 180 milhas.

Começamos a explorar o Parque Nacional da Floresta Petrificada (Petrified Forest National Park). Aqui o cenário é impressionante e neste parque andamos 80 milhas (rota circular de Holbrook). Entrando pelo lado norte do parque o primeiro cenário é oferecido pelo Deserto Pintado (Painted Desert). Aqui as cores das pedras são uma mistura de vermelho, branco, rosa, roxo e cinzento. As montanhas são precisamente aqueles, que os índios nos velhos filmes de faroeste cruzam para atacar uma diligência. Estão na forma de tabelas. Mais tarde no parque visitamos os restos da floresta petrificada. Milhares de pedaços de troncos de árvores petrificadas, que tornaram-se minerais de cores bonitas. Este foi realmente um dia cheio de emoções!

Pernoita: America’s Best Value Inn Holbrook

4° dia: Holbrook (Petrified Forest National Park)-Kayenta (Monument Valley)

Hoje nova ligação de despertar às 7 da manhã e partida às 8.45. Nosso destino é o lendário Monument Valley. Não posso esperar para vê-lo!

São as 12h15 e acabamos agora de visitar uma parte do Canhão de Chelly (Canyon de Chelly).

A nossa escolha foi repentina: Vimos no mapa e decidimos visitá-lo. A temperatura subiu, mas é agradável, porque traz uma brisa fresca. Finalmente vemos a terra dos índios. As rochas têm uma aparência mais grandiosa: Eles são profundas e vermelhas. O contraste cambia com o verde, que preenche o canhão. Fomos capazes de admirar as rochas altas.

Esta manhã atravessamos a reserva dos índios Navajo. A terra não é tão seca como esperavamos. Não há agricultura, mas pelo menos há uma miríade de pequenas árvores e o deserto começa na aldeia de Many Farms. A Chinle na reserva Navajo visitamos o Canhão de Chelly National Monument. Para visitar o canhão a entrada é gratuita. Este canhão vale bem a pena duma visita ainda mais profunda por suas altas paredes escarpadas. Amamos o Spider Rock, um duplo pináculo rochoso dirigido para baixo no fundo da garganta, que é realmente de tirar o fôlego.

O Spider Rock pode ser visto dum belo miradouro, que está localizado no extremo sul da estrada, que corre ao longo do canhão, e que pode ser alcançado a pé a partir do parque de estacionamento por 100 m de caminhada. Continuamos o nosso caminho até chegar à vila de Kayenta. Estamos a ficar no Hampton Inn, nossa base para visitar o Monument Valley. De Holbrook para Kayenta via o Canhão de Chelly são 230 milhas de estrada.

Às 18.24 horas sentamos no Bevedere do Monument Valley e o cenário é simplesmente fantástico. Estamos localizados na Reserva Navajo e aqui encontramos-nos uma hora à frente do resto do Arizona. Já viajamos 17 milhas do Scenic Drive: Uma estrada de terra com 11 pontos de interesse turístico. As rochas, que formam o vale, são realmente impressionante, mas tem que ver para entender. A rota de volta entre o Monument Valley e Kayenta – incluindo o passeio panorâmico – é de 70 milhas. Se não quiser voltar é provavelmente mais barato ficar nas vilas de Mexican Hat (20 milhas), Bluff (40 milhas) ou Blanding (70 milhas).

Pernoita: Hampton Inn of Monument Valley, Kayenta

DO MONUMENT VALLEY PARA MOAB —->

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: