Home / América do Norte / Estados Unidos / Arizona / O Grand Canyon: a maravilha do Arizona
Grand Canyon National Park, Arizona, Estados Unidos. Author National Park Service Digital Image Archives. No Copyright
Grand Canyon National Park, Arizona, Estados Unidos. Author National Park Service Digital Image Archives

O Grand Canyon: a maravilha do Arizona

O Grand Canyon National Park, o parque mais visitado do Arizona e o segundo dos Estados Unidos, está localizado no noroeste do Arizona, cobrindo uma área de 4.931 km² e inclui o canhão mais espetacular, entalhado no rio Colorado. A área tornou-se um parque nacional em 1919.

O Grand Canyon National Park, declarado um património mundial pela UNESCO em 1979, é o exemplo mais espetacular do mundo de erosão dum rio. O rio Colorado, esculpido nas rochas do planalto do Arizona, é uma incisão profunda de 1.600 metros com uma largura até 29 km e 446 km de comprimento de Lees Ferry a Grand Wash Cliffs, sendo uma modelagem de forma dramática de toda a paisagem.

A origem do Grand Canyon remonta a 5-6 milhões de anos atrás. O fenômeno foi provavelmente acentuado pela elevação do Planalto do Colorado, o que causou um aumento na inclinação do Rio Colorado e seus afluentes, causando mais rápidamente uma erosão por fluxos, que fluiram para o Golfo da Califórnia. O resultado desta erosão é uma das secções geológicas mais completas do planeta, páginas reais dum grande livro de história, passando de rochas antigas de 230 milhões de anos do calcário Kaibab à beira do canhão até rochas com mais de 2 bilhões de anos de Vishnu com o xisto na base do Inner Gorge. O Grand Canyon atravessa um planalto localizado entre 1.525 e 2.745 metros de altura. A superfície do planalto é ligeiramente inclinada em direção sudoeste.

Grand Canyon, Arizona, Estados Unidos. Author Olivier. Licensed under the Creative Commons Attribution

Grand Canyon, Arizona, Estados Unidos. Author Olivier

O parque é dividido em duas secções, o South Rim e o North Rim. As duas partes são separadas pelo canhão do rio Colorado com 1,6 quilómetros de profundidade. Entre o North Rim, a extremidade norte do canhão, e o South Rim, a extremidade sul, há uma diferença de altura de 365 metros. Ao longo da borda norte, formada a partir do Planalto Kaibab (Kaibab Plateau) crescem florestas densas, também ao longo do South Rim, a borda sul do canhão, mais baixo e formado pelo Planalto Coconino (Coconino Plateau). Há florestas de coníferas, embora menos densos do que do lado norte. Outra vegetação é o que está dentro do canhão . É composto principalmente de plantas típicas do clima do deserto como agave, cactus e yucca. A distância em linha recta entre as duas bordas do canhão amonta a 10 milhas (16 km), mas a distância rodoviária entre a borda do South Rim Village e o North Village Rim consiste de 215 milhas (346 km), para torná-los precisa-se 5 horas de condução. Notável é a diferença de clima e vegetação entre as duas partes do parque por causa das diferenças de altura das duas bordas. O South Rim de 2.134 metros de altura, mais fácil de alcançar, é o mais visitado dos dois. O North Rim de 2.438 metros de altura é o menor visitado, que é selvagem, isolado e mais difícil de alcançar.

A área do Grand Canyon foi habitada por tribos de ameríndios, que construíram alguns assentamentos ao longo das paredes do canhão. Os primeiros europeus a conhecer o Grand Canyon foram em 1540 membros duma pequena expedição espanhola, enviada pelo explorador espanhol Francisco Vásquez de Coronado. A expedição, liderada pelo Capitão Garcia Lopez de Cardenas, foi composta por um pequeno grupo de soldados espanhóis e alguns guias dos índios Hopi. Eles exploraram a borda sul entre os atuais Desert View e Moran Point. Pablo de Melgrossa, Juan Galeras e um terceiro soldado desceram para o canhão e atravessaram um terço do caminho para o rio, mas foram forçados a voltar por falta de água. Após desta expedição nenhum outro europeu visitou o Grand Canyon para os próximos 230 anos.

Grand Canyon, Arizona, Estados Unidos. Author chensiyuan. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike

Grand Canyon, Arizona, Estados Unidos. Author chensiyuan

GRAND CANYON INFORMAÇÕES ÚTEIS

Horas: O South Rim está aberto 24 horas por dia, 365 dias por ano. O North Rim está aberto a partir de meados de maio a meados de outubro.

Ingressos: O ingresso custa US$ 25.00 por veículo e inclui todos os passageiros do veículo. A taxa de entrada para aqueles, que chegam sem veículo (a pé, de moto, de bicicleta) é de US$ 12.00 por pessoa. O bilhete é válido por 7 dias (para menores de 16 anos a entrada é gratuita) e inclui a entrada para o South Rim e o North Rim.

Os serviços disponíveis no South Rim: Alojamento, campismo e restaurantes são abertos durante o ano inteiro. Recomenda-se reservar com antecedência. Um serviço de autocarro gratuito opera no Grand Canyon Village. Visitor Centre: O principal Visitor Centre do parque, o Canyon View Information Plaza, aberto durante o ano inteiro das 8 às 17 horas, é a Mather Point, que é acessível apenas através do autocarro gratuito. A entrada leste do parque do South Rim é o Desert View Information Center, que está aberto das 09 às 17 horas com excepção dos meses de inverno.

Os serviços disponíveis do North Rim: Alojamento e campismo estão abertos a partir de meados de maio a meados de outubro, sendo sempre aconselhável reservar com antecedência. Visitor Center: O North Rim Visitor Center está localizado perto do estacionamento da Bright Angel Peninsula e está aberto a partir dos meados de maio a meados de outubro das 8 às 18 horas.

Clima do Grand Canyon

As atrações turísticas: o que visitar no Grand Canyon

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

O Grand Canyon National Park, o parque mais visitado do Arizona e o segundo dos Estados Unidos, está localizado no noroeste do Arizona, cobrindo uma área de 4.931 km² e inclui o canhão mais espetacular, entalhado no rio Colorado. A área tornou-se um parque nacional em 1919. O Grand Canyon National Park, declarado um património mundial pela UNESCO em 1979, é o exemplo mais espetacular do mundo de erosão dum rio. O rio Colorado, esculpido nas rochas do planalto do Arizona, é uma incisão profunda de 1.600 metros com uma largura até 29 km e 446 km de comprimento de…

Review Overview

Paisagem
Natureza

A natureza à enésima potência!

Summary : O exemplo mais espetacular de erosão do rio no planeta Terra

User Rating: 4.4 ( 1 votes)
banner
Siga-nos no Facebook
Mantenha-se informado sobre Guia Viagem