Home / Europa / Espanha / Cáceres: uma jóia da arquitetura medieval
Concatedral de Caceres, Estremadura, Espanha. Author Jorn Wendland. No Copyright
Concatedral de Cáceres, Estremadura, Espanha. Author Jorn Wendland

Cáceres: uma jóia da arquitetura medieval

Cáceres com 90.000 habitantes está localizado a 430 m acima do nível do mar entre a Serra de la Mosca e a Serrilla. A cidade, que é importante desde os tempos romanos, foi fundada em 25 a.C. pelo cônsul romano Lucius Cornelius Balbo com o nome de Norbensis Caesarina (Norba). A cidade foi conquistada pelos árabes e no século XII o controle de Cáceres passou várias vezes a mão entre os mouros e os cristãos.

Em 1169 a cidade foi tomada pelas tropas cristãs de Ferdinando II, mas em 1173 os almóadas reconquistaram a cidade novamente, fortalecendo a cidade. Deste período datam a Torre de Bujaco, a Torre de la Yerba e a Torre del Horno. Em 1229 a cidade foi finalmente ocupada pelo rei Afonso IX de Leão.

A história da cidade lembra as guerras pelo controle da península ibérica entre cristãos e muçulmanos e seus prédios refletem essa mistura de estilos. Há estilos românico, gótico, árabe e a influência do Renascimento italiano. Dos mais de 30 torres do período árabe a Torre de Bujaco é a mais popular. Desde 1986 a cidade antiga de Cáceres faz parte do património mundial da UNESCO.

QUE VER: AS PRINCIPAIS ATRAÇÕES DA CÁCERES

Iglesia de San Francisco Javier, Cáceres, Estremadura, Espanha. Author Rpmayor. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike

Iglesia de San Francisco Javier, Cáceres, Estremadura, Espanha. Author Rpmayor

A parte antiga da cidade está quase completamente cercada por muros, que na sua maioria datam do período árabe. As muralhas são intercaladas com uma dúzia de torres, que acentuam seu aspecto medieval. Dos vestígios romanos permanecem um testemunho arquitetônico ao lado das muralhas com um portão chamado Arco del Cristo ou Puerta del Rio. Mesmo as muralhas da cidade tem uma base romana.

A praça central de Cáceres é a Plaza Mayor, onde fica a câmara municipal. A partir daí é atingida a igreja do Ermita de la Paz e a Torre de Bujaco da era árabe. Logo à frente fica o Arco de la Estrella e além do qual encontra-se o Palácio Episcopal dos séculos XIII-XVII.

Em seguida vai chegar na Praça de Santa Maria, onde existe a igreja mais importante de Cáceres, a Concatedral de Santa María de Cáceres dos séc. XIII-XVI, construída no estilo românico de transição para o estilo gótico.

Plaza Mayor, Cáceres, Estremadura, Espanha. Author Jsanchezes. No Copyright

Plaza Mayor, Cáceres, Estremadura, Espanha. Author Jsanchezes

A igreja é grande com três naves e um belo retábulo de 1551 em estilo barroco plateresco, criado por Guillen Ferrant e Roque Balduque. A Sacristia tem um museu interessante de objetos sagrados e o túmulo de Francisco de Godoy, um capitão na esteira de Francisco Pizarro, o conquistador do Império Inca, a Capilla de los Blázquez ou Santíssimo Cristo, a Capilla de Santa Ana de 1446 e a Capela de São Miguel de 1551.

Também na praça da catedral está a Casa de los Ovando gótico-renascentista dos séculos XV-XVIII). Não muito longe fica o Palácio Toledo-Moctezuma no estilo renascentista. O seu nome vem dos cônjuges Mariana de Carvajal y Toledo e Juan Toledo Moctezuma, bisneto do imperador asteca Moctezuma II, que construíram o palácio no século XVI. Atualmente abriga o Arquivo Histórico Provincial de Cáceres.

Cáceres, Estremadura, Espanha. Author Joergsam. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike

Cáceres, Estremadura, Espanha. Author Joergsam

Na mesma praça fica a Casa e a Torre de Carvajal e a Torre de los Espaderos. Fora dos muros estão o Palácio de Godoy-Adana de 1548 e a Igreja de Santiago, uma igreja no estilo gótico-renascentista de 1556, que contém um belo retábulo por A. Berruguete.

A partir da Praça da Catedral começa para cima a rua mais característica de Cáceres, a Cuesta de la Compañía, alinhada com edifícios de interesse histórico como a Casa de los Golfines de Abajo do século XVI, o Convento da Companhia de Jesus, um edifício barroco costruido em 1755, a igreja jesuíta no estilo barroco de San Francisco Javier do século XVIII e a Casa de los Solis do século XVII.

A igreja mais importante da parte superior da cidade é a Igreja de San Mateo, construída no local duma mesquita. É um edifício de estilo gótico, construído no século XVI com um portal notável. Ao lado da igreja fica a torre de las Cigüeñas do século XV. Na próxima Plaza de las Veletas há o Palácio de las Veletas, construído no local, onde estava o Alcazar árabe e onde pode ver a cisterna (aljibe) do século XI/XII com cinco naves e arcos mouriscos. O palácio abriga o Museu Arqueológico Provincial. Um pouco mais em frente existe a Casa de los Caballos do século XVI, onde está o Museo de Bellas Artes, dedicado à arte contemporânea exibindo o “Jesús Salvador” por El Greco e obras de Miró e Picasso. Nas proximidades pode visitar o Ermita de San Antonio, o Barrio Judio de San Antonio e o Arco de Cristo, a porta mais antiga da cidade.

De volta à Igreja de San Mateo pela Calle de los Codes pode admirar a Torre de los Plata do século XV e o Palácio de los Golfines de Arriba do século XV. Há muitos outros edifícios belos em Cáceres. Só tem de encontrá-los passeando por esta cidade bela.

O clima de Cáceres.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: