Home / Oceania / Nova Caledónia / Ouvéa: um atol de coral com uma praia de areia branca e fina

Ouvéa: um atol de coral com uma praia de areia branca e fina

Ouvéa com 132 km² e 4.359 habitantes em 2004 é a ilha mais setentrional das Ilhas Lealdade e a mais quente de todas no inverno. Ouvéa é composta por duas ilhas principais: As de Mouli e de Ouvéa, conectadas por uma ponte pequena. Em torno destas existem várias outras pequenas ilhas, que compõem as Pléiades du Nord e as Pléiades du Sud.

Ouvéa é administrativamente dividida em cinco distritos. Do sul para o norte encontramos os distritos de Mouli, Fayaoué, Takedji, Saint-Joseph e Imone. A aldeia mais importante é Fayaoué, que é o centro administrativo da ilha.

Ouvéa é um dos mais belos atóis do Pacífico, atingindo uma altura máxima de 46 metros e possuindo uma praia de areia branca, que estende-se ininterruptamente por 25 km, atravessado por uma única estrada, que nalguns lugares permite ao mesmo tempo a vista da lagoa e do oceano. As falésias de Lékine e a praia de Mouli são espectaculares.

ILHA DE OUVÉA: O QUE VISITAR

A ilha de Ouvéa é um atol de coral, um das mais belos do Pacífico com uma praia de areia branca e fina, que estende-se na costa oeste por quase 25 km.

Doutro lado da ilha ao longo da costa leste existe uma cadeia de recifes de coral perante as ondas do Oceano Pacífico. Estas falésias são especialmente bonitas na baía de Lekine no sul da ilha. Na maré baixa pode explorar os penhascos e as cavernas escondidas neles. Num deles há uma estátua da Madonna. Os penhascos com a vista sobre a ponte de Mouly (Mouli) é maravilhosos.

A mais bela área da ilha é o sul, onde existe a ponte de Mouly (Mouli), que liga a ilha principal com o ilhéu de Mouli. Aqui há uma extensão de areia branca e um mar com todos os tons de azul e branco.

Na ilha vale a pena de visitar o monumento aos mártires de Hwaadrila (Wadrilla), a igreja protestante de 1887 e as cavernas de Hulup Kong no leste de Fayaoué. Na lagoa da ilha pode ver as muitas ilhas, que compõem as ilhas Plêiades, e o atol mais distante de Beautemps-Beaupré.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: