Home / Europa / Romênia / A Romênia atrações turísticas: que ver na Romênia

A Romênia atrações turísticas: que ver na Romênia

A Roménia é um país com muitas atrações para os turistas interessados ​​na arte, na história e nas tradições culturais dos povos, que compõem o país. A natureza tem um papel importante para o turista, que não tem pressa.

A ocupação romana, que ocorreu entre o segundo e o terceiro século e da qual a Roménia leva o seu nome, deixou marcas indeléveis na língua neo-latina do povo romeno. Ainda hoje podem ser vistos uma série de importantes sítios arqueológicos como os de Alba Julia, Arad, Cluj-Napoca/Klausenburg, Ulpia Traiana Sarmizegetusa, Craiova, Drobeta Turnu Severin e Sibiu/Hermannstadt.

A antiga capital da Dácia, Sarmizegetusa Regia, que está localizada nas montanhas do Maçico Orastie nos Cárpatos do Sul na parte sul-ocidental da Transilvânia, faz parte com as fortalezas dacianas, que a defendiam, do Património Mundial da UNESCO.

A beleza natural do país, formada por montanhas, lagos e rios, são o pano de fundo de fortalezas, igrejas e castelos de contos de fadas. A Transilvânia, região do famoso Conde Drácula com o seu castelo (Castelul Bran) perto de Brasov/Kronstadt, é provavelmente a parte mais bonita da Romênia. Existem vastas florestas e altas montanhas, antigas igrejas fortificadas, castelos medievais, mosteiros, vilas históricas de madeira, onde o tempo parece ter parado.

As montanhas do país tem várias estâncias de esqui de inverno como o vale Prahova ao sul de Braşov/Kronstadt, onde estão os centros de Predeal e Busteni. O delta do Danúbio faz também parte do Património Mundial da UNESCO. É agora uma área protegida, onde pode observar os pássaros do pântano e as aves aquáticas.

As cidades de arte romena são pouco conhecidas, mas representam um potencial considerável para o desenvolvimento do turismo do país. Um dos lugares mais bonitos é a cidade de Sibiu/Hermannstadt no centro do país e com uma aparência do Império dos Habsburgos com numerosos edifícios medievais e barrocos. Outras cidades muito bonitas em Transsilvânia são Braşov/Kronstadt, Târgu Mureş/Neumarkt am Mieresch e Cluj-Napoca/Klausenburg. Todas têm valiosos centros históricos. Em Transsylvania fica também a cidade de Sighisoara/Schäßburg, cujo centro histórico faz parte do Património Mundial da UNESCO.

Na Moldávia romena vale a pena visitar a cidade de Iasi, enquanto no extremo oposto do país perto da fronteira com a Sérvia fica a cidade de Timisoara/Temeschburg também com notáveis ​​edifícios históricos. A capital Bucareste é um importante centro cultural e tem um conjunto de edifícios, que vão da arte neo-clássica à arte moderna.

O turismo termal tem seus principais centros nas cidades de Băile Felix perto de Oradea na fronteira com a Hungria, de Sovata, Covasna, Borsec e Băile Tuşnad nas montanhas da Transsilvânia, de Călimăneşti nos Cárpatos do Sul e de Băile Herculane no sudoeste da Roménia perto da fronteira com a Sérvia.

Para aqueles, que gostam do mar e da noite, os muitos balneários à beira-mar no mar Negro serão plenamente capazes de satisfazer os seus próprios desejos. Entre as mais famosas estâncias à beira-mar há as localidades de Constanta, Mangalia e Mamaia.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: