Home / Europa / República Checa / Praga: uma bela cidade da Europa Central
Praça da Cidade Velha, Staré Město, Praga, República Checa. Autor Estec. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike
Praça da Cidade Velha, Staré Město, Praga, República Checa. Autor Estec

Praga: uma bela cidade da Europa Central

Praga com 1.200.000 habitantes é a capital da República Checa. Fica no centro da planície da Boémia e é uma das mais belas e fascinantes cidades da Europa, rica em história, arte, arquitetura gótica e barroca com vistas pitorescas. Praga é uma das atrações turísticas mais importantes da Europa Central e é uma das cidades europeias mais visitadas por turistas.

Na margem esquerda do Vltava/Moldau há Stare Mesto (Cidade Velha) e Josefov – o antigo gueto judeu – ao sul deles fica Nove Mesto (Cidade Nova). Doutro lado do rio está a Mala Strana com a Citadela. O seu centro histórico foi declarado em 1992 Património Mundial da Humanidade pela UNESCO. Construído entre os séculos XI e XVIII, a Cidade Velha, a Cidade Baixa e a Cidade Nova demonstram o grande desenvolvimento cultural e arquitectónico, que tinha esta cidade desde a Idade Média.

Os muitos monumentos magníficos, que caracterizam a cidade como o Castelo de Hrad, a Catedral de São Vito, a Ponte Carlos e numerosas igrejas e palácios foram construídos na maioria no século XIV sob o reinado do imperador do Sacro Império Romano Carlos IV. Praga está localizada numa área de colinas ao longo do rio Vltava (Moldava/Moldau) e tem sido durante séculos um dos centros económicos e culturais da Europa Central, a antiga capital do Sacro Império Romano.

A igreja de São Nicolau em Mala Strana, Praga, República Checa. Autor Patrick-Emil Zörner. Licenza Creative Commons Attribuzione-Condividi allo stesso modo 2.0

A igreja de São Nicolau em Mala Strana, Praga, República Checa. Autor Patrick-Emil Zörner

A área, onde ergue-se hoje Praga, provavelmente foi habitada desde o Paleolítico Superior e no século III a.C. foi o local dum assentamento celta. A cidade atual foi construída em torno dum castelo, construído no século IX na colina, onde hoje fica o famoso Castelo de Praga (Hradcany). Algumas décadas mais tarde, no século X, numa colina em frente ao rio foi construído o forte de Vyšehrad. Neste período a cidade tornou-se a residência dos reis da Boêmia e a sede episcopal.

Devido à sua localização no meio das vias de comunicação importantes, Praga tornou-se um importante centro comercial com a sede do mercado, que foi realizado no assentamento de Stare Mesto (Cidade Velha), construído no século IX na margem direita do Moldava. No século XIII na área ao sul do castelo sempre na margem esquerda do rio foi fundado o distrito de Malá Strana (Cidade Baixa), que tornou-se a sede da população de etnia e língua alemã da cidade.

O século XIV viu Praga como a capital do Sacro Império Romano e uma das cidades mais importantes e cosmopolitas do continente europeu. Viviam lá mercadores e banqueiros, judeus, alemães e italianos. Ao sul da Cidade Velha foi construída uma nova cidade chamada Nove Mesto (Cidade Nova) e foram construídas a Ponte Carlos e a Catedral de São Vito e em 1348 foi fundada a Universidade Carolina. A cidade tornou-se a sede dum arcebispo e foi instalada uma casa da moeda.

Praça da Cidade Velha, Staré Město, Praga, República Checa. Autor Sokoljan. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike

Praça da Cidade Velha, Staré Město, Praga, República Checa. Autor Sokoljan

No século XVI Praga tornou-se parte das possessões dos Habsburgos sob o imperador Rodolfo II. A cidade foi re-eleita como a sede da corte imperial, tornando-se uma das capitais da cultura europeia e atraindo cientistas, artistas, escritores e alquimistas da Europa inteira.

No século XVII durante a Guerra dos Trinta Anos a cidade teve um rápido declínio, que levou a uma redução drástica da população. Apenas no século XVIII Praga começou a crescer novamente e no início deste século um quarto da população da cidade era formada por judeus. Durante o século o comércio enriqueceu inúmeros habitantes, na maioria banqueiros e comerciantes, e as famílias ricas construíram e enriqueceram a cidade com vários edifícios no estilo barroco. Até meados do século XIX a maioria dos habitantes de Praga foi de língua e cultura alemã.

Praga atrações turísticas: o que ver em Praga.

Praga Clima: quando ir para Praga.

  • Praga
  • População: 1.288.696 (censo de 2011)
  • Altura: 180/400 metros acima do nível do mar.

INFORMAÇÕES ÚTEIS

VOOS: O Aeroporto de Praga-Ruzyne é o maior do país e é um aeroporto internacional. Pode chegar com frequência por um voo entre os principais destinos europeus. A companhia aérea nacional é Czech Airlines. Distante do centro da cidade de 16 km, o aeroporto oferece um serviço de passageiros de autocarro e de táxi para a cidade. Várias companhias aéreas conectam a República Checa com as principais cidades europeias. A companhia aérea TAP Portugal tem voos directos entre Lisboa e Praga. Para voar para Praga a partir do Brasil precisa de fazer uma paragem num dos principais aeroportos europeus como: Paris–Charles de Gaulle, Londres–Heathrow, Frankfurt, Amsterdam-Schiphol, Milano-Malpensa, Madrid–Barajas, Lisboa, Roma–Fiumicino, Bruxelas, Zurique ou Barcelona.

Locomoção: A cidade é servida por três linhas de metro, bem como por eléctricos e autocarros.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Siga-nos no Facebook
Mantenha-se informado sobre Guia Viagem