Home / Europa / Alemanha / Berlim: uma cidade vital voltada para o futuro

Berlim: uma cidade vital voltada para o futuro

Berlim com mais de 3,4 milhões de habitantes e mais de 5.000.000 na área metropolitana é a capital alemã e a maior cidade da Alemanha. Fundada no século XIII e estrategicamente localizada às margens do rio Spree no lugar onde o rio deságua no rio Havel, Berlim tornou-se numa cidade importante no século XV. Era a primeira capital de Brandemburgo e em seguida no século XVIII foi a capital da Prússia e a partir de 1871 do Império Alemão.

Após a derrota alemã na II Guerra Mundial a cidade foi dividida entre os Aliados soviético, estadounidense, britânico e francês. O leste era a capital da República Democrática Alemã (RDA) e a parte ocidental foi administrada pelos Aliados ocidentais. Os dois Berlins foram divididos pelo famigerado Muro de Berlim entre 1961 e 1989. Em 1991 Berlim voltou a ser a capital da Alemanha unificada.

QUE VER: AS PRINCIPAIS ATRAÇÕES DE BERLIM

A cidade de Berlim é rica em monumentos históricos e modernos, que vão desde monumentos da época da Prússia aos desenvolvimentos surpreendentes da arquitetura moderna dos últimos anos. A cidade não tem um centro bem definido e as atrações estão espalhadas por todos os cantos da cidade. A área mais densa de lugares para visitar está ainda a leste do Portão de Brandemburgo dos dois lados da Avenida Unter den Linden. Berlim Ocidental tem menos a oferecer. De interesse são os restos da Kaiser-Wilhelm-Gedächtniskirche, que dão uma idéia da destruição feita à cidade na Segunda Guerra Mundial.

Entre as principais atrações podemos citar: Alexanderplatz, a Catedral de Berlim, o Museu Bode, o Portão de Brandemburgo, o Palácio de Charlottenburg, o cemitério da Dorotheenstadt, a Chancelaria Federal, a nova sinagoga, o Gendarmenmarkt, os Hackesche Höfe, o centro comercial KaDeWe, o Estádio Olímpico e a Torre de Rádio e de Televisão.

Em 1990 a UNESCO inseriu na lista dos patrimónios da humanidade o complexo de jardins e parques de Potsdam. É com 500 hectares de parques e 150 edifícios construídos entre 1730 e 1916 um conjunto artístico único. O complexo estende-se também no distrito de Berlin-Zehlendorf ao longo do rio Havel e do lago Glienicke.

QUE VER: OS MUSEUS DE BERLIM

Berlim é uma cidade repleta de museus. Existem mais de 170 museus. A Ilha dos Museus, uma concentração única de museus, que ilustra a evolução dos museus modernos num espaço de tempo de mais dum século. Faz parte do património mundial da UNESCO desde 1999.

Os museus da cidade permitem, que veja muitas obras de arte preservadas nos museus da cidade. O famoso busto de Nefertiti pode ser visto no Museu Egípcio (Ägyptisches Museum und Papyrussammlung). O altar grego de Pergamon é visível junto com a Porta de Ishtar no Pergamonmuseum. Nos museus de Berlim existem também as obras dos pintores da “Brücke” e do “Bauhaus” e as obras de Baselitz e Beuys.

O museu mais famoso da cidade é o Pergamonmuseum com as suas coleções de antiguidades do Oriente Próximo e de Arte Islâmica.

Entre os outros museus podemos citar: Haus am Checkpoint Charlie, o Museu Histórico Alemão, a Antiga Galeria Nacional (Alte Nationalgalerie), o Palácio de Charlottenburg, o Technik-Museum, o Altes Museum, a Stiftung Topographie des Terrors, o Museu Egípcio (Ägyptisches Museum und Papyrussammlung), a Gemäldegalerie (arte europeia do século XIII ao século XVIII) e o Museu de História Natural, um dos museus mais importantes de seu tipo do mundo.

COMO VIAJAR: TRANSPORTE URBANO DE BERLIM

A rede de transportes públicos é vasta e é composta pelas linhas S-Bahn (principalmente de superfície), U-Bahn (metro), Straßenbahn (rede de eléctricos, que existe principalmente no leste de Berlim), e linhas de autocarros. Todos os transportes públicos como a U-Bahn e a S- Bahn, eléctricos e autocarros são acessíveis com o mesmo bilhete.

U-Bahn: A U-Bahn é o verdadeiro metro subterrâneo de Berlim, gerida pela BVG. A sua rede é composta por nove linhas, que cobrem principalmente a área oeste e central da cidade.

S-Bahn: A S-Bahn é uma metropolitana de superfície, gerida pela S-Bahn Berlin GmbH com uma rede de 15 linhas (incluindo uma circular, chamada Ringbahn), cuja rede serve além da cidade de Berlim as cidades de Potsdam, Bernau, Strausberg, Oranienburg e Königs Wusterhausen.

: A rede de eléctricos de Berlim (Straßenbahn) estende-se no leste da cidade e é composta por uma rede de 22 linhas urbanas e 2 suburbanas.

Autocarros: A rede de autocarros é extensa e é composta por linhas ordinárias (Bus), MetroBus (M), expresso (X) e noite (N).

Bilhetes:

Berlin WelcomeCard: Para os turistas a oferta do Berlin WelcomeCard é muito interessante. É um cartão especial, que pode durar 48, 72 horas ou 5 dias e permite viagens ilimitadas em todos os transportes públicos da cidade e para além disso a Berlin WelcomeCard oferece descontos até 50% sobre as entradas em mais de 140 atrações culturais.

Preços da Berlin WelcomeCard: Berlim (zonas tarifárias A+B em Berlim) válida por um adulto (48 horas: 16,50 €; 72 horas: 22,00 €; 5 dias: 29,50 €). Berlim e Potsdam (zonas tarifárias A+B+C em Berlim) válida para um adulto e até 3 crianças de menos de 14 anos (48 horas: 18,50 €; 72 horas 25,00 €; 5 dias: 34,50 €).

VOOS PARA BERLIM E AEROPORTOS DE BERLIM

Berlim tem um aeroporto internacional: O Aeroporto Internacional de Schönefeld (SXF). O Aeroporto Internacional de Schönefeld (SXF) está localizado a 25 km da cidade de Berlim. Este aeroporto – em grande extensão – passará a ser o único aeroporto de Berlim a partir de 2017, tomando o nome de Berlin Brandenburg Airport (BER). Este novo aeroporto vai substituir os dois velhos aeroportos internacionais de Berlim: O Berlin-Schönefeld Airport – localizado no subúrbio de Schönefeld a 18 km ao sul do centro de Berlim – e o Aeroporto de Berlin-Tegel, localizado em Tegel, a 8 km ao noroeste do centro da cidade.

As ligações ao centro da cidade são garantidas pelo comboio, que parte da estação dentro do aeroporto Berlin-Schönefeld Flughafen. A estação é servida pelas linhas S9 e S45 da S-Bahn, que circula a cada 10 minutos, e para comboios regionais rápidos, que saem a cada 30 minutos.

O clima de Berlim.

Texto português corrigido por Dietrich Köster. 

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: