Home / Ásia / Malásia / Malásia: selvas, estanho e borracha
Petronas Towers, Kuala Lumpur, Malásia. Author Christian Haugen. Licensed under the Creative Commons Attribution
Petronas Towers, Kuala Lumpur, Malásia. Autìor Christian Haugen

Malásia: selvas, estanho e borracha

A Malásia (Persekutuan Tanah Malaysia) é um estado federal no sudeste da Ásia ao norte do equador, que inclui o extremo sul da Península Malaia e a parte norte da ilha de Bornéu.

A Malásia consiste de 11 estados, que são Johor, Kedah, Kelantan, Pahang, Perak, Selangor, Terengganu, Negeri Sembilan, Perlis, Melaka e Pulau Pinang. Estão localizados na maioria na península da Malásia e os dois estados de Sabah e Sarawak ficam localizados na ilha de Bornéu. Malásia controla algumas das ilhas do arquipélago Spratly.

A Malásia peninsular faz fronteira ao norte com a Tailândia e ao sul com Singapura, enquanto os estados de Sarawak e Sabah limitam ao sul com a Indonésia e incorporam como enclave o Sultanato de Brunei.

Mapa da Malásia

Mapa da Malásia

A península da Malásia é predominantemente plana, particularmente em suas seções sul e oeste, ao contrário do norte onde sobem várias cadeias de montanhas como a Central Range, que se estende do noroeste ao sudeste para 450 km e cujo pico mais alto é o Gunong Tahan com 2.190 metros. As costas são baixas, arenosas e muitas vezes pantanosas. Várias ilhas ficam-se espalhadas ao longo da costa oeste. São as ilhas de Langkawi, Pangkor e Pinang. Ao longo da costa leste encontram-se as ilhas Perhentian Besar, Perhentian Kecil, Redang, Tenggol, Tioman e Aur.

Os estados de Sabah e Sarawak, que ocupam a maior parte do norte da ilha de Bornéu, são na maior parte montanhosos e excedem 4.000 m pelo Monte Kinabalu, sendo com 4.095 metros a montanha mais alta da Malásia.  As costas do Bornéu malaio são planas e cercadas por manguezais e pontilhadas de algumas ilhas como Labuan, Banggi, Balambangam, Sipadan e Jambongan. Existem numerosos rios com cursos curtos como o Pahang, Perak e Johore na Península Malaia e o Rajang e Kinabatangan no Bornéu malásio.

Cameron Highlands, Malásia. Author Peter Gronemann (HooLengSiong). Licensed under the Creative Commons Attribution

Cameron Highlands, Malásia. Author Peter Gronemann (HooLengSiong)

A Malásia fica economicamente entre as áreas mais desenvolvidas do Sudeste asiático. O país é rico em recursos subterrâneos, em especial em estanho, petróleo, minério de ferro, bauxita, ouro, gás natural, manganês, tungstênio, cobre, carvão, fosfatos e antimônio. A agricultura é importante. São cultivados arroz, coco e óleo de palma, tabaco, cacau, chá, açúcar, temperos, mandioca, bananas, ananas, batata doce, legumes e pimenta.

A Malásia encontra-se entre os lideres mundiais na produção de borracha. Os recursos florestais do país são ricas. É obtida a partir destes madeira de alta qualidade como teca, mogno e bambu. A pesca é desenvolvida. Uma importância crescente está attribuída à indústria, especialmente à indústria metalurgia, de engenharia, petroquímica, eletrônica, à indústria relacionada com o processamento de madeira, à indústria de transformação dos produtos agrícolas e à indústria automotiva. O turismo é também importante.

Texto português corrigido por Dietrich Köster. 

  • Superfície: 329.750 km²: terras aráveis 23%, prados e pastagens 1%, florestas e arbustos 68%, terras incultas e improdutivas 8%
  • População:  27.500.000 (situação em 2007): malaios 50%, chineses 24%, indígenas (Dayak e outros) 11%, indianos 7%, outros 8%
  • Capital: Kuala Lumpur.
  • Língua oficial: A língua oficial é o malaio. Falam-se o inglês, o chinês e algumas línguas indianas como o tamil, o telugu e o malayalam e um crioulo português.
  • Religião: muçulmanos 60%, budistas 19%, cristãos 9%, hindus 6%, taoístas 2%
  • Moeda: Ringgit (MYR)
  • Fuso horário:  UTC+8
banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: