Home / Europa / Grécia / Zaquintos: florestas, praias e falésias espetaculares

Zaquintos: florestas, praias e falésias espetaculares

A ilha de Zaquintos (Zakynthos) ou Zante com 406 quilómetros quadrados e 42 mil habitantes está localizada no Mar Jónico no arquipélago das ilhas Jónicas, da qual é a terceira maior e se excluimos a ilha distante de Citera (Kythera) é também a ilha mais ao sul do arquipélago. Zaquintos está localizada ao largo da costa do Peloponeso. A ilha tem uma área de 406 km² e tem um comprimento máximo de 40 km e uma largura máxima de 20 km.

Habitada desde tempos pré-históricos a ilha foi em tempos históricos uma das bases utilizadas pelos gregos na colonização do sul da Itália. A ilha tornou-se parte do Império Romano em 146 a.C. como parte da província de Acaia. Em 395 d.C. a ilha tornou-se parte do Império Bizantino, ao que permaneceu amarrado até 1185.

Em 1185 a ilha tornou-se parte do Condado palatino de Cephalónia e Zaquintos como parte do Reino da Sicília e depois do Reino de Nápoles. O controle napolitano durou até 1479, quando os turcos ocuparam a ilha. A ocupação turca terminou cinco anos depois em 1484, quando Zante tornou-se uma posse de Veneza, onde permaneceu amarrada até o fim da Sereníssima República (1797). Zaquintos (Zante) foi governado pela República de Veneza por mais de três séculos.

A ilha é rica em vegetação e florestas. É formada ao sudeste de áreas planas, enquanto para o oeste há cadeias de montanhas, que ao longo da costa terminam em falésias escarpadas e espetaculares. O pico mais alto da ilha, o Monte Vrahionas, está localizado no centro-oeste da ilha e atinge uma altura de 756 metros.

A vila mais importante da ilha, a vila de Zante (Zaquintos), está localizada ao longo da parte sul da costa leste. Esta parte da costa junto com a costa sul é a mais desenvolvida em termos de turismo e mais densamente povoada e cheia de praias. A costa oeste é ao invés selvagem e rochosa com penhascos com vista para o mar. A vila de Zante (Zaquintos) é dominada por uma fortaleza veneziana, chamada localmente Kastro. Na vila valem a pena ver a igreja de Dionisyos com interessantes frescos e dois museus: o Museu de afrescos e ícones bizantinos e o Museu de Dionysios Solomos, dedicado ao pai da poesia grega moderna.

A ilha vive do turismo. As tartarugas de Zante (Caretta caretta) são famosas. Se reproduzem na baía de Laganas. Outra atividade, que é uma importante fonte de renda para os habitantes da ilha, é a agricultura. A ilha produz azeite, vinho, frutas e citros.

As praias de Zakynthos estão localizadas ao longo da costa leste e ao longo da costa sul. Entre os mais famosos e populares são Laganas com uma praia de 10 km de extensão, Kalamati, Gerakas, Kaminia, Makris Gialos e Xigia. A praia de Xigia é conhecida por suas fontes subaquáticas ricas em enxofre. A costa oeste é espectacular por causa da vista para o mar. É rica em cavernas e desfiladeiros, que podem ser visitadas por um dos passeios de barco, que partem de Agios Nikolaos ou Cabo Skinari. Essas viagens geralmente chegam ao Porto Vromi, assim oferecendo uma visita às Grutas Azuis e à praia famosa do naufrágio na Baía de Navagio. Esta praia é também visível desde a costa por um miradouro localizado em cima dum penhasco.

COMO CHEGAR A ZAQUINTOS (ZANTE)

VOOS: A ilha tem um aeroporto internacional localizado na parte sul perto da vila de Kalamaki. Existem voos regulares para Atenas, Cefalónia e Citera. Durante o verão Zakynthos é ligado por muitos voos com a maioria dos países europeus. Existem voos do Reino Unido, da França, da Itália, da Alemanha, dos países escandinavos e da Rússia.

FERRIES: Há ligações de ferry para Kyllini, Corfu e Cefalónia.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: