Home / América do Norte / Gronelândia / Gronelândia atrações turísticas: que ver na Gronelândia
Ursos polares, Gronelândia. Author Steve Amstrup United States Fish and Wildlife Service, USFWS. No Copyright
Ursos polares, Gronelândia. Author Steve Amstrup United States Fish and Wildlife Service, USFWS

Gronelândia atrações turísticas: que ver na Gronelândia

A principal atração para os turistas na Gronelândia são a natureza e as belas paisagens árticas da ilha com fiordes, geleiras e icebergs imensos. Para os amantes da natureza a observação da fauna local é interessante, representada por renas, bois almiscarados, ursos polares, lobos, lebres, raposas árticas, focas e baleias. Mas não devem ser subestimados a cultura, a língua, os costumes e os hábitos das populações de esquimós (Inuit) e os restos de antigos assentamentos medievais de viquingues, espalhados por diferentes locais ao longo da costa do sul da ilha.

Entre os lugares mais interessantes para visitar durante uma viagem à ilha são a Baía de Disko, localizada na costa oeste, enfrentando o Canadá. Perto fica a principal atração turística da Gronelândia: O fiorde de gelo de Ilulissat, que faz parte do Património Mundial da UNESCO.

Na parte sul da costa oeste fica a capital de Gronelândia: A vila de Nuuk, em dinamarquês: Godthåb, a maior localidade da ilha, fundada pelos dinamarqueses no século XVIII. Aqui há alguns locais históricos, museus e muitas oportunidades para comprar produtos tradicionais de artesanato local.

Geleira do sudoeste da Gronelândia. Author NASA Christy Hansen. No Copyright

Geleira do sudoeste da Gronelândia. Author NASA Christy Hansen

A ponta sul da Gronelândia na área em torno da vila de Narsarsuaq fica um outro destino importante para os turistas: Há vestígios de antigos assentamentos viquingues, uma fauna interessante, geleiras, um museu dedicado à aviação e um jardim botânico de plantas do Ártico (Arboretum Groenlandicum). Narsarsuaq está localizada perto da aldeia de Igaliku, onde pode ver os restos do assentamento viquingue de Garðar, que datam do século XII.

Na vila vizinha de Qaqortoq pode visitar o Museu de Qaqortoq, dedicado à história da região e ao Great Greenland Furhouse, onde roupas de pele de foca são produzidas. No próximo fiorde de Hvalsey existem as ruínas da mais antiga igreja da Gronelândia, que data do século XII.

A área da costa leste tem a sua principal área turística em torno da aldeia de Tasiilaq, situada perto da geleira de Mittivakkat. O assentamento próximo de Kulusuk é a base para explorar as montanhas da ilha de Apusiaajik e a área do Scoresby Sund (Kangertittivaq), uma área rica em vida selvagem do Árctico e em paisagens espetaculares geladas.

O Parque Nacional do Nordeste, que estende-se por toda a parte nordeste da Gronelândia, é o maior Parque Nacional do mundo. A sua superfície cobre uma área de quase um milhão de quilómetros quadrados, quase tanto como o Estado inteiro de Egito. A área protegida é um paraíso selvagem do Ártico, onde existe uma grande vida selvagem incluindo os grandes predadores do Ártico como o urso polar com suas garras afiadas e a morsa com seus dentes poderosos.

Os fenômenos naturais como a aurora boreal são uma atração duma viagem a estas latitudes. A aurora ocorre durante o ano inteiro, mas só pode ver a aurora numa noite escura e clara, o que significa, que é mais fácil de ver este fenômeno nos meses de outono, mas pode ser vista também durante o mês de março, enquanto está fora da vista nas noites brilhantes de verão. —–

Outra atração natural das mais famosas é o sol da meia-noite, que pode ser visto a partir do extremo norte da ilha (Qaanaaq) de 19 de abril a 24 de agosto, enquanto que na Gronelândia central (Uummannaq) o sol da meia-noite é visível a partir do 16 de maio a 28 de julho.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Siga-nos no Facebook
Mantenha-se informado sobre Guia Viagem