Home / Europa / Grécia / Tinos: a Lourdes da Grécia
Kolimbithra, Tinos, Cíclades, Grécia. Author Hans Peter Schaefer. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike
Kolimbithra, Tinos, Cíclades, Grécia. Author Hans Peter Schaefer

Tinos: a Lourdes da Grécia

A ilha de Tinos com 194 km² e 8.600 habitantes faz parte das ilhas Cíclades. Está localizada na parte norte do arquipélago a sudeste da ilha de Andros e a noroeste da ilha de Míconos. A capital da ilha é a vila de Tinos, que está localizada ao longo da costa sul. Aqui chegam os ferries, que ligam a ilha a Pireu e outras ilhas das Cíclades. A ilha é também famosa pela produção dum belo mármore verde, reconhecido em toda a Grécia. O turismo é a actividade económica principal e a mais rentável da ilha.

Como a maioria das ilhas das Cíclades a ilha de Tinos é montanhosa e tem um litoral muito recortado. O Monte Tsiknias com 729 metros, que está localizado no sudeste, é o pico mais alto da ilha. No centro da ilha fica a montanha de Exobourgo com uma fortaleza veneziana em cima. O domínio veneziano em Tinos durou mais de 500 anos entre 1207 e 1715. Neste último ano a ilha foi conquistada pelas tropas otomanas e os turcos tinham o controle de Tinos por mais de cem anos até a independência da Grécia.

Exobourgo, Tinos, Cíclades, Grécia. Author Maria Delasoula. Licensed under the Creative Commons Attribution

Exobourgo, Tinos, Cíclades, Grécia. Author Maria Delasoula

Em Tinos, a capital e principal vila da ilha, há o importante santuário mariano de Panagia Evangelistria, onde é venerado um ícone milagroso da Virgem, o ícone de Megalochari. A igreja de Tinos, chamada a Lourdes grega, é um lugar de peregrinação de toda a Grécia. A igreja é um edifício neoclássico com um museum de objetos sagrados e ícones. Um pequeno museu arqueológico está localizado perto da igreja. Ao longo da costa a norte do porto de Tinos perto da aldeia de Kionia há os restos do Santuário de Poseidon e Afrodite, construído no século IV a.C.

Espalhadas pela ilha vai encontrar muitas aldeias pitorescas construídas em encostas íngremes para testemunhar a fé dos habitantes da ilha de Tinos. Há uma imensa quantidade de igrejas, capelas e mosteiros. Os moinhos de vento são uma outra característica típica de Tinos, que são comuns para todas as ilhas das Cíclades. A arquitetura de pombais em forma de torres quadradas com bordados remonta ao período veneziano. Outro legado do período veneziano é o catolicismo, que é praticado por uma grande fatia da população.

Panagia Evangelistria, Tinos, Cíclades, Grécia. Author Hans Peter Schaefer. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike

Panagia Evangelistria, Tinos, Cíclades, Grécia. Author Hans Peter Schaefer

Entre os centros do interior vale a pena de visitar Pyrgos, uma aldeia cheia em mármore. Em séculos passados a principal atividade dos habitantes da ilha foi a escultura. Aqui foram as pedreiras de mármore verde de Marlas, cujo mármore foi transportado através do porto de Panormos para toda a Europa. A espetacular montanha de Exobourgo com 640 metros de altitude tem uma fortaleza-cidadela veneziana, que domina o centro da ilha. No norte de Exobourgo existe a aldeia de Vólax, localizada no meio duma paisagem de pedras e pedregulhos. Muito bonito é também a aldeia de Kardiani de onde pode chegar à costa, que aqui tem altas falésias, escarpas e pequenas baías.

Tinos tem mais de 40 praias. As mais belas são encontradas ao longo da costa ocidental, particularmente do sul para o norte ao longo da costa oeste há as praias de Pahia Ammos, Port, Agios Sostis, Agios Fokas, Kionia e Agios Romanos. Ao longo da costa oriental existem as praias menos acessíveis de Kolymythra, Vathy e Panormos.

COMO CHEGAR A TINOS

FERRIES: O porto de Tinos está localizado ao longo da costa sudoeste da ilha e é conectado por balsas rápidas com o porto de Pireu em 4 horas, com o de Rafina/Áttica em 2 horas e com a ilha de Míconos em 15 minutos. Além dos navios rápidos existem ligações mais lentas de ferry para as ilhas de Andros, Naxos e Paros numa hora e meia e Syros em duas horas.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE:
Siga-nos no Facebook
Mantenha-se informado sobre Guia Viagem