Home / Europa / Itália / Itália atrações turísticas: que ver na Itália
Ponte Vecchio, Florença, Toscana, Itália. Author and Copyright Marco Ramerini
Ponte Vecchio, Florença, Toscana, Itália. Author Marco Ramerini

Itália atrações turísticas: que ver na Itália

A Itália é um país cheio de história com uma riqueza de obras de arte e monumentos e uma terra beijada por milhares de anos de civilização. Viu o nascimento sobre o seu território as civilizações romana e etrusca, mas também a civilização dos municípios, o Humanismo e o Renascimento.

A Itália é um tesouro de arte, um museu ao ar livre amplamente difundido em cada cidade e vila da península. Na Itália cada cidade, não importa quão insignificante, pode oferecer uma obra de arte antiga, uma igreja, um edifício de relevo ou alguma coisa ao ar livre numa praça ou ao longo duma estrada.

A particularidade da Itália é essa possibilidade de descobrir fora (e também dentro) os belos e aclamados centros turísticos principais, que a arte espalhou para todos os cantos do país. Em confirmação disto existe o fato de que a Itália é o país do mundo com o maior número de sítios inscritos no exclusivo clube do Património Mundial da UNESCO.

Cala Goloritzè, Sardenha, Itália. Autore e Copyright Marco Ramerini

Cala Goloritzè, Sardenha, Itália. Authore Marco Ramerini

Há cidades de arte famosa, que só valem uma viagem como Roma, Florença e Veneza, os três destinos principais do turismo de arte italiana. Existem cIdades, que na Itália são parcialmente obscurecidas pelos três destinos mais importantes, mas que em qualquer outro país do mundo seriam estrelas de primeira grandeza como Pisa, Siena, Ravenna, Nápoles, Verona, Pádua, Vicenza, Lucca, Ferrara, Perugia, Palermo, Bergamo, Bolonha e Pavia. Possuem uma popularidade as cidades menores, mas de grande beleza, como San Gimignano, Assis, Urbino, Gubbio, Orvieto, Siracusa, Cefalù, Spoleto, Matera, Cortona, Cividale del Friuli, Volterra, Pienza, Todi, Spello e Loreto.

Os sítios arqueológicos são muitos e de interesse global. A pré-história é representada em cada região italiana, mas as áreas mais interessantes são as áreas de Valcamonica, Lago de Garda e Monte Bego, onde pode ver milhares de gravuras rupestres pré-históricas. Mesmo a Sardenha com os restos da civilização nuragica é um destino muito atraente.

No que diz respeito à história antiga o sul do país tem importantes sítios arqueológicos, que remontam à época da colonização grega. Os mais importantes são encontrados na Sicília (Agrigento, Selininte, Segesta, Siracusa) e na Campania (Paestum). Na Toscana, no Lácio e na Umbria pode visitar as cidades da civilização etrusca, onde pode ver os túmulos, os cemitérios e as Vie Cave.

Basílica de São Pedro, Roma, Itália. Autore e Copyright Marco Ramerini

Basílica de São Pedro, Roma, Itália. Author Marco Ramerini

O período do Império Romano deixou um enorme legado em cada região italiana: A cidade de Roma, a capital do Império está no centro de tudo, mas perto de Roma vale a pena de visitar as impressionantes ruínas romanas de Ostia Antica e a Villa Adriana em Tivoli. Noutras partes do país há maravilhosos sítios arqueológicos em Campania (Pompeia, Herculano, Oplontis), na Sicília (Piazza Armerina, Tindari), em Friul-Veneza Júlia (Aquileia), no Veneto (Verona), no Vale d’Aosta (Aosta) para citar apenas os mais famosos.

O território italiano é um território muito vário e cheio de todos os aspectos de paisagem natural. A natureza italiana foi profundamente transformada pelo homem ao longo dos séculos, mas a união entre homem e natureza resultou em maravilhas cênicas como as colinas de Chianti e o Vale d’Orcia na Toscana, o Langhe, Roero e Monferrato no Piemonte e as Cinque Terre na Ligúria.

Veneza, Itália. Author and Copyright Roberto Ramerini..

Veneza, Itália. Author Roberto Ramerini..

Mas a península italiana tem também uma infinidade de recursos naturais, que permanecem intactos. A majestade dos Alpes com montanhas superiores a 4.000 metros acima do nível do mar, protegida por vários parques nacionais, e as bizarras e fascinantes Dolomitas, que a UNESCO incluiu no Património Mundial. Mas existem também a cadeia dos Apeninos, que atravessa o país de norte a sul, e montanhas baixas doces e fascinantes. A Itália é também uma terra de vulcões. Aqui encontram-se o maior vulcão da Europa o Monte Etna e o mais destrutivo o Vesúvio.

Os recursos naturais do país não se limitam às montanhas, mas cada recurso geográfico é representado. Famosos por suas belas paisagens são os grandes lagos do norte da Itália como o Lago de Como, o Lago de Garda, o Lago Iseo e o Lago Maggiore. Áreas montanhosas e paisagens de zonas rurais de grande encanto como as áreas declivosas da Toscana, do Piemonte, do Veneto, da Umbria e das Marcas existem aqui. Há cavernas, que contêm maravilhas naturais do subsolo feita de estalactites e estalagmites. Entre as cavernas mais famosas são as grutas de Castellana na Puglia, a Grotta del Vento (gruta do vento) na Toscana, as grutas de Toirano na Ligúria e as grutas de Frasassi nas Marcas.

Dolomitas, Itália. Autore e Copyright Marco Ramerini

Dolomitas, Itália. Author Marco Ramerini

Os milhares de quilómetros de litoral estão entre os destinos mais populares para os turistas, que visitam a Itália. Há famosos balneários como aqueles localizados ao longo da Riviera Adriática (Rimini, Riccione) e Versilia (Forte dei Marmi, Viareggio). Um mar digno dos lendários Mares do Sul tal como o que está localizado ao longo da costa da Sardenha, costas rochosas e selvagens (Cilento, Gargano, Cinque Terre, Amalfi), longas praias de areia dourada, ilhas e balneários de moda (Portofino, Capri, Ischia, Amalfi, Taormina, Portovenere, Positano), arquipélagos como as Ilhas Eólias, as Ilhas Egadi ou as ilhas do Arquipélago Toscano.

Durante uma viagem à Itália não deve ser subestimado os aspectos de tradições e cultura local, artesanato, linguagem, folclore, comida e vinho. A Itália tem uma herança de comida e vinho, que é inigualável por qualquer outro país do mundo. Cada região italiana tem seus pratos e sua maneira de cozinhar a comida, seu vinho, seu azeite, seu salame e seus produtos típicos.

Texto português corrigido por Dietrich Köster. 

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: