Home / África / Tanzânia / Tanzânia: vulcões impressionantes e vastas savanas
A cratera de Ngorongoro, Tanzânia. Author William Warby. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike
A cratera de Ngorongoro, Tanzânia. Autor William Warby

Tanzânia: vulcões impressionantes e vastas savanas

A Tanzânia é uma república presidencialista e um Estado independente da África Oriental, situado ao longo da costa do Oceano Índico, que foi formado em 1964 pela união do antigo território sob tutela de Tanganica e do protetorado de Zanzibar britânicos. O país é historicamente orientado para o litoral do Oceano Índico e este é o lugar, onde a maioria da população vive e aqui as principais atividades comerciais estão concentradas.

Ao largo da costa ficam – de norte a sul – as três ilhas de Pemba com 980 km², Zanzibar com 1666 km² e Mafia com 394 km², famosas pela produção de especiarias. Ao longo da costa do Oceano Índico fica a antiga capital de Dar es Salaam, que é o mais importante centro urbano na Tanzânia. Para equilibrar economicamente e comercialmente a Tanzânia tem uma nova capital, a cidade de Dodoma, que foi construída entre 1986 e 1996 no centro do país.

Tanganica – que é a parte continental do atual Tanzânia – foi desde o final do século XIX até o fim da Primeira Guerra Mundial uma colónia alemã e depois da guerra tornou-se um mandato britânico. As ilhas de Zanzibar e Pemba foram desde o final do século XIX um protetorado britânico.

Mapa da Tanzânia

Mapa da Tanzânia

A parte continental da Tanzânia é composta por uma estreita planície costeira e por um vasto território formado principalmente por planaltos e algumas cadeias de montanhas. A área nordeste do país é caracterizada pela presença do Monte Kilimanjaro com 5.895 metros, um vulcão adormecido, que é a montanha mais alta da África. Na mesma área é o impressionante vulcão ativo do Monte Meru com 4.565 metros. Existem inúmeras crateras vulcânicas nesta região e a mais famosa é a espetacular cratera de Ngorongoro.

A parte central da Tanzânia é formada por uma região de planaltos, que ergue-se entre 1.000 e 1.400 metros, mas onde estão cadeias de montanhas, que ultrapassam 2.500 metros como as montanhas Udzungwa e Uluguru.

No noroeste na fronteira com o Quênia e o Uganda fica o enorme Lago Victória com 68.800 km², o maior lago da África. Para o oeste com a República Democrática do Congo e com uma parte da Zâmbia a fronteira é marcada ao longo do lago Tanganyika com 32.900 km², que é o mais profundo lago africano com 1.470 metros de profundidade.

Para o sudoeste – na fronteira com o Malawi – fica o lago Niassa ou Malawi com 29.600 km². Em torno do lago – no território da Tanzânia – sobem as montanhas Livingstone ou Kipengere Range, atingindo 3.000 metros de altura. Esta zona do país é marcada pela presença da depressão tectônica do Vale da Grande Fenda, que tem sido preenchido pela água para formar estes enormes lagos. Estes países, que fazem fronteira com a Tanzânia são: para o noroeste o Ruanda e o Burundi, enquanto a sul trata-se do Moçambique.

Texto português corrigido por Dietrich Köster. 

  • Área: 945.203 km²: terras aráveis 3,2%, prados e pastagens 37%, florestas e arbustos 35,6%, terras incultas e improdutivas 24,2%
  • População: 44.929.000 (censo de 2012)
  • Capital: Dodoma.
  • Língua oficial: As línguas oficiais são o suaíli e o Inglês.
  • Religião: Cristã 60% (católica, anglicana, luterana), Muçulmana 35%, crenças indígenas 3%.
  • Moeda: Xelim tanzaniano (TZS)
  • Fuso horário: UTC+3
dealform 336x280
banner
Siga-nos no Facebook
Mantenha-se informado sobre Guia Viagem