Home / Oceania / Nova Caledónia / Ilha dos Pinheiros atrações turísticas: o que ver na Ilha dos Pinheiros
Kanumera,Ilha dos Pinheiros/Île-des-Pins, Nova Caledónia. Autor Bahnfrend. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike.
Kanumera,Ilha dos Pinheiros/Île-des-Pins, Nova Caledónia. Autor Bahnfrend

Ilha dos Pinheiros atrações turísticas: o que ver na Ilha dos Pinheiros

A sudeste da Grande Terre – a ilha principal da Nova Caledónia – fica a Ilha dos Pinheiros com 152 km² e 1.969 habitantes. É uma ilha pequena, que mede 18 km de norte a sul e 14 km de leste a oeste, e está localizada a 70 km a sudeste de Grande Terre. A ilha é habitada por menos de 2.000 pessoas. 93,7% são canakos, 4,9% brancos, 0,7% polinésios e 0,7% outros grupos étnicos. A ilha é chamada na língua Kanako “Kunie”.

A ilha é uma das jóias do arquipélago e coberta com vegetação exuberante. Entre as espécies mais comuns existem o pau-rosa e o sândalo, mas a espécie mais espetacular é a árvore, que caracteriza a ilha: os pinheiros colunares (Araucaria Columnaris), que dão à ilha o seu nome. A Ilha dos Pinheiros está completamente cercada por recifes de coral e tem belas praias de areia branca e fina como as de Kuto e Kanumera e áreas de beleza única como a Piscina Natural da baía de Upi.

A Ilha dos Pinheiros é plana e apenas no extremo sul existem montes baixos. O seu ponto mais alto é o Pic N’ga com 262 metros, de onde recebe uma vista deslumbrante da ilha. O pico é facilmente alcançado por uma trilha, que torna-se íngreme somente no final. A ilha é rica em formações de corais e oferece grandes oportunidades para observar. Utilizando apenas a máscara pode descobrir a beleza da vida subaquática: Existem todos os tipos de peixes tropicais, tartarugas marinhas, cobras marinhas (Tricot rayé) e conchas. Entre as outras atrações existem cavernas com estalactites e estalagmites, as ruínas da antiga colónia penal e o cemitério dos deportados.

Piscina natural, Île-des-Pins, Nova Caledónia. Author My Life Show. Licensed under the Creative Commons Attribution

Piscina natural,Ilha dos Pinheiros/Île-des-Pins, Nova Caledónia. Author My Life Show

A Ilha dos Pinheiros é o principal destino turístico da Nova Caledónia. A ilha é famosa pelas suas belas praias de areia branca com vista para baías turquesas adornadas com pinheiros colunares característicos (Araucaria Columnaris), que fazem a beleza desta ilha quase irreal.

As mais belas praias da ilha dos Pinheiros são as de Kanumera e Kuto, localizadas próximas uma da outra no sudoeste da ilha. A praia de Kuto é uma faixa de areia branca dum quilómetro de comprimento e da qual pode apreciar o pôr do sol. A praia de Kanumera fica a algumas dezenas de metros além de Kuto e ambas ligam a península de Kuto ao resto da ilha. Kanumera é uma praia de areia branca de 500 metros de comprimento, uma das mais belas da Nova Caledónia. Dum lado da baía fica o famoso Rocher de Kanumera, uma rocha ligada à terra firme por uma faixa de areia. Ambas as praias são dominadas por altos pinheiros colunares (Araucaria Columnaris), árvores, que podem atingir uma altura de 50 metros e que faz quase surreal o aspecto das duas baías.

Kanumera,Ilha dos Pinheiros/Île-des-Pins, Nova Caledónia. Autor Bahnfrend. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike

Kanumera,Ilha dos Pinheiros/Île-des-Pins, Nova Caledónia. Autor Bahnfrend

Um outro local de grande beleza é a baía de Upi (Baie d’Upi), que é um verdadeiro mar interior, situada ao longo da costa leste. A baía é pontilhada com cogumelos enormes de pedra, que emergem da água dum azul profundo. A baía é acessível por uma excursão, feita em canoas tradicionais, que partem da Baía de Pirogues e da Baía de St. Joseph. Depois de explorar a baía de canoa pode pousar na extremidade norte da baía de Upi e de lá pegar uma curta caminhada de trinta minutos para chegar a uma outra maravilha da ilha: A baía de Oro (Baie d’Oro), onde fica a famosa piscina natural (piscine naturelle), uma banheira de água do mar, que é preenchida com as marés altas, dominada por altos pinheiros colunares e onde pode ver peixes e corais. A área da piscina natural pode ser alcançada por meio duma estrada perto dum restaurante. A partir daqui uma pequena trilha de caminhada leva a esta maravilha natural.

Entre os melhores passeios para fazer é a caminhada (uma hora em cada sentido), que leva ao pico mais alto da ilha: O Pic N’ga com 262 metros. O caminho, marcado por um sinal, começa fora de Kuto perto do Gîte Kuberka. O primeiro trecho é plano e em seguida começa a subir, mas o percurso não é difícil. A partir do topo tem uma vista panorâmica da ilha. Dum lado a baía de Upi é pontilhada de rochas e mais longe fica a faixa de areia branca da ilha de Nokanhui. Doutro lado pode ver as duas baías de Kuto e Kanumera com a península de Kuto.

Kanumera,Ilha dos Pinheiros/Île-des-Pins, Nova Caledónia. Autor Torbenbrinker. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike

Kanumera,Ilha dos Pinheiros/Île-des-Pins, Nova Caledónia. Autor Torbenbrinker

A pequena aldeia de Vao, a localidade principal, localizada no sul da ilha, é o único assentamento real da ilha.  Vai encontrar a câmara comunal, um pequeno hospital, os correios, escolas, algumas lojas e uma bela Igreja Católica, construída em 1860. Não perca a bela missa de domingo. Dentro da igreja há algumas esculturas em madeira, feitas por prisioneiros. Numa colina acima da igreja fica uma pequena capela com uma estátua da Virgem Maria, construída em 1875. A capela dá uma bela vista da aldeia de Vao e da costa sul da ilha. Não longe da aldeia em frente à Baía de St. Maurice encontra-se a estátua do Sagrado Coração de Jesus, que comemora o local de chegada dos primeiros missionários maristas no dia 12 de agosto de 1848. A estátua é cercada por pilhas de madeira talhadas e esculpidas por canakos.

Os restos, que era a antiga colónia penal da ilha, estão localizados a uma curta distância de Kuto. Indo para o norte em direção ao aeroporto existia a colónia penal, que foi usada entre 1872 e 1912. Tudo o que resta hoje são as ruínas da prisão de Comagna, localizadas junto à estrada principal, enquanto após um pequeno desvio da estrada principal encontram-se os tanques de água e o cemitério dos deportados (Cimetière des Déportés/Cimetière des Communards).

Kuto, Île-des-Pins, Nova Caledónia. Author René Moutouh. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike

Kuto, Ilha dos Pinheiros/Île-des-Pins, Nova Caledónia. Author René Moutouh

Um lugar especial da ilha são as suas grutas e cavernas inúmeras. A mais famosa é a da rainha Hortense, que está localizada em Oumagne quase no centro da ilha perto do aeroporto. A caverna é atravessada por um pequeno riacho e é cercada por uma floresta de árvores Banyan. Outras cavernas da ilha são a Caverna de la Troisième e a Caverna de Ouatchia. Na ponta norte da ilha um outro local a visitar é a Baía de Gadji, onde existem pequenas praias. Toda a baía é pontilhada por pequenas ilhas.

Uma outra excursão a um lugar idílico é aquela, que conduz à faixa de areia branca da ilha de Nokanhui, que fica a poucos quilómetros ao sul da Ilha dos Pinheiros.

Ilha dos Pinheiros: a ilha mais próxima do paraíso.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

dealform 336x280
banner
Siga-nos no Facebook
Mantenha-se informado sobre Guia Viagem