Home / Oceania / Nova Caledónia / Lifou: um atol de coral levantado com belas praias
Lifou, Ilhas Lealdade, Nova Caledónia. Autor ETravel Guide. Licensed under the Creative Commons Attribution
Lifou, Ilhas Lealdade, Nova Caledónia. Autor ETravel Guide

Lifou: um atol de coral levantado com belas praias

Lifou com 1.207 km² e 10.320 habitantes é a maior ilha e a mais populosa do arquipélago das ilhas Lealdade. É um atol de coral levantado, onde a lagoa interna resultou do fenômeno de levantamento.

O centro da ilha é a aldeia de We, que é a localidade principal da província das Ilhas Lealdade. Do ponto de vista administrativo Lifou é dividido em três distritos. No norte fica o distrito de Wetr, enquanto o distrito de Gaïca inclui a área centro-oeste da ilha e o distrito de Losi inclui o sul da ilha de Lifou e a ilha de Tiga.

A ilha, chamada em língua local Drehu, tem muitas atrações naturais. Entre elas há um litoral feito de recifes de corais, intercalado com longos trechos de praias de areia branca, que estão entre as mais belas da Nova Caledónia. O fundo do mar é rico de corais e peixes e a água da lagoa mostra cores maravilhosas. O interior da ilha é coberto por uma densa floresta tropical, que cobre a antiga lagoa do atol, enquanto ao longo da costa são claramente visíveis os recifes de corais antigos, que encontram-se agora fora da água, contendo vários desfiladeiros e cavernas. O ponto mais alto da ilha atinge 104 metros de altura.

Luengoni, Lifou, Ilhas Lealdade, Nova Caledónia. Autor Philippe Amiot. Licensed under the Creative Commons Attribution

Luengoni, Lifou, Ilhas Lealdade, Nova Caledónia. Autor Philippe Amiot

ILHA DE LIFOU: O QUE VISITAR

A ilha de Lifou é composta de coral levantado, dividido em três pedestais, que são claramente visíveis para o observador atento. A costa consiste duma sucessão de falésias de corais com vista para o mar e de praias de areia branca.

Entre as belas praias da ilha vale a pena de fazer uma visita à praia Luengoni: Uma praia longa e bela de areia branca e fina, uma das praias mais bonitas de Nova Caledónia, completa a bela paisagem desta praia. Trata-se duma ilha rochosa de coral, que eleva-se a partir das águas da lagoa e que destaca-se dum mar formado pelos tons fantásticos de azul.

Entre as falésias não deve perder uma visita às falésias de Jokin (Dokin), localizadas no extremo norte. Elas tem uma posição de domínio a partir duma altura de 40 metros sobre o oceano azul profundo. Nos meses de agosto/setembro pode observar a passagem das baleias nesta área.

A longa praia branca de Chateaubriand é agradável. Aqui encontra-se a localidade principal da ilha: A aldeia de We.

Para o sul de Luengoni ha inúmeras baías com praias de areia branca, especialmente em torno da aldeia de Mu. Para os pores do sol a Praia de Peng no centro-oeste da ilha é agradável. Uma pequena praia de areia entre falésias é facilmente alcançada, tomando um curto caminho de terra batida.

Um outro local de interesse da ilha é a “Grande Case” da “Chefferie” de Nathalo. A Grotte du Diable (Caverna do Diabo) de Tingeting só pode ser visitada com a ajuda dum guia. Outras curiosidades são a fazenda de baunilha (vanilleraie) de Mucaweng, a capela de Notre Dame de Lourdes em Easo, que data de 1889, e as falésias de Xodre no sudeste de Lifou.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Siga-nos no Facebook
Mantenha-se informado sobre Guia Viagem