Home / Europa / Irlanda / Dublin: a capital da República da Irlanda
Dublin, Irlanda. Autor Trevah. No Copyright
Dublin, Irlanda. Autor Trevah

Dublin: a capital da República da Irlanda

Dublin (Baile Átha Cliath) é a capital da República da Irlanda. É o maior centro industrial e comercial além de ser a maior e mais populosa cidade da ilha. A sua área metropolitana chega a quase dois milhões de habitantes. A cidade, que tem vista para o Mar da Irlanda, está localizada ao longo da costa leste da ilha na foz do rio Liffey e possui um importante porto marítimo.

Dublin tem uma longa tradição como um centro de arte e cultura e é o lar duma universidade desde o final do século XVI e tornou-se num importante destino turístico, rico em museus e atrações arquitetônicas interessantes além de ser graças ao seu aeroporto internacional o principal ponto de entrada do país.

Anteriormente conhecido pelo nome de Eblana, foi cristianizado no ano de 450 A.D. por São Patrício. Durante a Idade Média foi um assentamento estratégico dos viquingues do mar da Irlanda. Conquistado pelos britânicos em 1171, Dublin tornou-se a capital da Irlanda inglesa, permanecendo ligada ininterruptamente à Grã-Bretanha até o nascimento da República da Irlanda em 1922, quando tornou-se a sua capital.

QUE VER: AS PRINCIPAIS ATRAÇÕES DE DUBLIN

Dublin, Irlanda. Autor psyberartist. Licensed under the Creative Commons Attribution

Dublin, Irlanda. Autor psyberartist

A cidade tem agora grandes estradas e inúmeros espaços verdes, mas as suas origens remontam ao século XIII, quando foi fundado o famoso Castelo de Dublin. Em torno desta fortificação desenvolveu-se a cidade medieval, de que hoje permanecem poucos edifícios. Entre eles para além do Castelo há ainda a Catedral (Christ Church Cathedral), a Catedral de São Patrício e a Igreja de St. Audoen.

Os principais edifícios históricos em Dublin são no estilo neoclássico, que dá à cidade uma aparência monumental e moderna. Os três edifícios principais em Dublin sendo o Castelo, a Catedral da Igreja de Cristo e a Catedral de São Patrício (St. Patrick) são todos legados ao domínio colonial britânico. As duas catedrais são protestantes mesmo se 95% da população da cidade seja católica.

O Castelo de Dublin (Dublin Castle) está localizado na margem sul do rio Liffey, construído em 1204 e foi a sede do Senhorio normando da Irlanda e mais tarde do Reino da Irlanda e em seguida entre 1801-1922 do Parlamento irlandês para o Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda.

A Catedral da Igreja de Cristo (Christ Church Cathedral) foi construída entre o século XI e o século XII no estilo normando e foi completamente restaurada entre 1871 e 1878. No interior está o túmulo do conquistador normando Strongbow, falecido no século XII. A atual estrutura do túmulo data do século XIV. A Catedral de São Patrício (St. Patrick’s Cathedral) foi construída no século XIII. No interior estão os túmulos de Jonathan Swift e da família Boyle.

Famoso é o Colégio Trinity (Trinity College). A sua fundação remonta a 1592 e a maioria das personalidades históricas da Irlanda tem estudado nesta faculdade. A Old Library do Colégio contêm mais de 200.000 volumes históricos. O famoso Book of Kells (Evangelhos do século VIII-IX) e outros tesouros como a Harpa de Brian Boru (uma harpa gaélica do século XV, sendo um símbolo da Irlanda) são mostrados no Long Room. No coração da cidade medieval encontra-se a Igreja de St. Audoen, que data do século XII. É a única igreja paroquial, que permaneceu em Dublin. Tem um belo portal normando e em cima da igreja fica a única secção existente das muralhas medievais de Dublin.

Catedral de St. Patrick, Dublin, Irlanda. Author Thorsten Pohl Thpohl. No Copyright

Catedral de St. Patrick, Dublin, Irlanda. Author Thorsten Pohl Thpohl

Um outro edifício interessante em Dublin é o Edifício do Parlamento irlandês, que foi construído no estilo neoclássico no século XVIII. No Northside de Dublin no Phoenix Park encontra-se a Áras an Uachtará, a residência presidencial irlandês, uma residência dos meados do século XVIII.

Com a propagação do classicismo no final do século XVIII e ao longo da primeira metade do século XIX em Dublin a atividade da construção tornou-se particularmente intensa. Estavam ativos na cidade alguns dos principais arquitetos britânicos como W. Chambers e J. Gandon e muitos arquitectos locais. O carácter uniforme da cidade é devido às muitas casas georgianas com fachadas de tijolo, portais de pedra, portões e varandas de ferro forjado. Dublin possui alguns dos melhores exemplos da arquitetura georgiana e vitoriana das Ilhas Britânicas. A Praça Fitzwilliam é o centro do distrito da arquitetura geórgiana com casas características de tijolos. As outras praças para visitar no bairro são o Merrion Square e o St. Stephen Green. Vale a pena de visitar o Abbey Theatre de George Bernard Shaw, fundado em 1904.

MUSEUS DE DUBLIN: Dublin tem uma interessante oferta museal além das grandes colecções do Museu Nacional (National Museum), da Galeria Nacional (National Gallery) e do Museu Irlandês de Arte Moderna (Irish Museum of Modern Art). A cidade possui também inúmeras colecções privadas de grande valor.

A Galeria Nacional da Irlanda (National Gallery of Ireland), um dos museus mais importantes da cidade, tem uma colecção de cerca de 2.500 pinturas e mais de 10.000 obras de arte, incluindo esculturas, aquarelas, gravuras e esboços. O Museu Nacional da Irlanda (National Museum of Ireland) é um museu dividido em várias secções dedicadas às artes decorativas na história (Decorative Arts & History), a História Natural (Natural History) e a História e a Arqueologia (Archaeology & History). O Museu Irlandês de Arte Moderna (Irish Museum of Modern Art) é o principal museu irlandês dedicado à arte moderna e contemporânea.

Interessantes são também: O Museu Nacional de Impressão (National Print Museum), que descreve a história da impressão da Irlanda, o Dublin’s City Hall, The Story of the Capital Exhibition (dedicado à história da cidade de Dublin), o Chester Beatty Library (lar duma rica colecção de manuscritos, impressões, ícones, miniaturas e livros antigos) e o Dublin Writers’ Museum (um museu dedicado aos muitos famosos escritores irlandeses como Swift, Sheridan, Shaw, Wilde, Yeats, Joyce e Beckett. A Guinness Storehouse é um museu, que conta a história da mais famosa cerveja irlandesa. É uma das principais atrações da cidade.

Dublin Clima: quando ir para Dublin.

Como chegar em Dublin. Voos Portugal / Brasil-Dublin.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: