Home / África / África do Sul / África do Sul: o mundo em uma nação
Kalahari, África do Sul. Author and Copyright Marco Ramerini
Kalahari, África do Sul. Author Marco Ramerini

África do Sul: o mundo em uma nação

A África do Sul (Republic of South Africa/Republiek van Suid-Afrika) é uma república no sul da África, banhada pelo Oceano Atlântico a oeste e o Oceano Índico a leste. É limitada a norte pelo Botswana, a noroeste pela Namíbia, a nordeste pelo Zimbábue, Moçambique e Suazilândia. O Lesoto é um enclave situado inteiramente dentro das fronteiras da África do Sul.

O país tem três cidades capitais: A Cidade do Cabo como capital legislativa, Pretória como capital administrativa e Bloemfontein como capital judicial. A África do Sul ocupa a parte da África no extremo sul. Aqui está o Cabo das Agulhas (34°49’58” de latitude sul e 20°00’12” de longitude leste), o ponto mais meridional do continente.

O país é essencialmente constituído por planaltos, chamados Veld, que ocupam dois terços da nação e são divididos em três áreas principais, chamadas de acordo com a altitude nesta maneira: Highveld, Middle Veld (Médio Veld), e Bushveld/Lowveld.

O Bushveld ocupa a secção nordeste do país. É uma área de savana, que se inclina em direção do rio Limpopo e da fronteira com o Botswana. Para o sudoeste do Bushveld está o planalto de Witwatersrand com uma altura média de 600 metros, que contém o maior depósito de ouro do mundo. O Middle Veld (Médio Veld) ocupa a parte ocidental do planalto em direção ao semi-deserto do Kalahari e tem altitudes inferiores a 1.000 metros.

Mapa da África do Sul

Mapa da África do Sul

A área do Highveld é o maior dos três, tem uma altitude média de 1.500 metros e consiste de ondulações suaves em todo o planalto. Em direção à costa há uma borda levantada, o chamado Great Escarpment (Grande Escarpa), que eleva-se no lado oriental para formar a Cordilheira dos Drakensberge com 1.100 km de comprimento, alcançando a maior altura no território do Lesoto pelo Monte Thabana Ntlenyana com 3.482 metros. A montanha mais alta da República da África do Sul o Njesuthi com 3.408 metros pertence também à cordilheira dos Drakensberge.

Para além da Grande Escarpa estende-se a planície da inundação costeira do Baixo Veld/Lowveld. Apenas na área da Península do Cabo as montanhas chegam ao mar, formando uma sucessão de promontórios com uma falésia costeira. Entre estas montanhas e a Grande Escarpa e no interior do país estão as bacias semi-deserticas do Grande e Pequeno Karoo, que ocupam uma grande parte do centro do país.

Entre os rios o Rio Oranje, longo de 1.860 km, é o maior rio da África do Sul. Ele nasce no Lesoto, atravessa as terras altas e desagua no Oceano Atlântico na fronteira com a Namíbia. Outros rios importantes do país são o Vaal, o maior afluente do Rio Oranje, e o Limpopo, longo de 1.600 km, que marca a fronteira com o Botsuana e o Zimbábue e que deságua no Oceano Índico em Moçambique.

A economia da África do Sul é a mais importante e a mais desenvolvida do continente africano. A África do Sul sozinha produz mais de um quarto da renda continental. O país é rico em recursos minerais. É o maior explorador mundial de platina, ouro e cromo. São extraídos ouro, diamantes, carvão, níquel, platina, urânio, manganês, cobre, cromo, vanádio, titânio, amianto, fluorita, estanho e ferro.

A indústria é também muito importante. Os principais centros industriais do país são Cidade do Cabo, Joanesburgo, Durban e Port Elizabeth. Entre os principais setores industriais são a siderurgia, a indústria petroquímica, química, têxtil e de processamento de alimentos. Graças a numerosos parques nacionais e a beleza das paisagens do país o turismo torna-se sempre mais relevante.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

  • Superfície: 1.219.090 km²: terra arável 11%, prados e pastagens 66%, florestas e bosques 7%, terra inculta e improdutiva 16%.
  • População: 47.900.000 (em 2007): pretos 79,6%, brancos 9,1%, mulatos (coloureds/kleurlinge) 8,9%, asiáticos 2,5%.
  • Cidades Capitais: Cidade do Cabo (capital legislativa), Pretória (capital executiva) e Bloemfontein (capital judiciária).
  • Línguas oficiais: Zulu 23,8%, Xhosa 17,6%, Africâner 13,3%, Northern Sotho 9,4%, Tswana 8,2%, Inglês 8,2%, Sotho 7,9%, Tsonga 4,4%, Swati 2,7%, Venda 2,3%, Southern Ndebele.
  • Religião: Cristãos 79,7%: Zion 11,1%, pentecostal (carismático) 8,2%, católicos romanos 7,1%, metodistas 6,8%, Igreja Reformada Neerlandesa 6,7%, anglicanos 3,8%. Além disso muçulmanos 1,5%, hindus 1,3%.
  • Moeda: Rand (ZAR)
  • Fuso horário: UTC+2
banner
Siga-nos no Facebook
Mantenha-se informado sobre Guia Viagem