Home / Oceania / Nova Zelândia / Vá para trilhas: O “Great Walk” da Nova Zelândia
Hooker Valley Track, Nova Zelândia. Autor e Copyright Marco Ramerini
Hooker Valley Track, Nova Zelândia. Autor e Copyright Marco Ramerini

Vá para trilhas: O “Great Walk” da Nova Zelândia

A Nova Zelândia é um dos países mais bonitos do mundo pelos amantes da natureza e das paisagens naturais. As paisagens variadas da Nova Zelândia e o seu litoral espetacular e variado, lavado pelas águas do Oceano Pacífico são os lugares perfeitos para praticar uma grande variedade de desporto ao ar livre. O país é um destino popular pelos amantes de trekking e os neozelandeses próprios são amantes da vida ao ar livre e das caminhadas.

Entre as trilhas mais lindas e espetaculares, que pode percorrer na Nova Zelândia há aquelas que são chamadas “Great Walks”. São caminhos, que podem ser percorridos em vários dias, mas é possível fazer apenas um fragmento durante um dia. Eles passam por alguns dos paisagens mais variadas e espetaculares do país. Eles atravessam uma grande variedade de paisagens de florestas primordiais, de desfiladeiros profundos, de rios selvagens até majestosos picos nevados, grandes vales e lagos espectaculares glaciais.

Totaranui, Abel Tasman National Park, Nova Zelândia. Autor Steffen Hillebrand. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike

Totaranui, Abel Tasman National Park, Nova Zelândia. Autor Steffen Hillebrand

A Nova Zelândia tem um total de nove “Great Walks”, três dos quais cruzam uma parte da ilha do Norte, enquanto cinco “Great Walks” estão localizados na ilha do Sul, sendo os mais bonitos do ponto de vista da paisagem. Uma única trilha cobre a terceira ilha da Nova Zelândia: A Stewart Island. Os “Great Walks” são bem marcados e fáceis de seguir e são facilmente acessíveis a partir das cidades principais do país.

Os caminhos são bem estruturados, há alojamentos com cabanas e acampamentos, que permitem a paragem durante as etapas diárias. As cabanas oferecem boas vindas básicas com casa de banho, camas e água fria. Para estas instalações é altamente recomendável fazer uma reserva dum lugar com antecedência. Em particular para o caminho mais famoso de todos, o Milford Track. A reserva deve ser feita vários meses antes.

Milford Sound, Nova Zelândia. Autor e Copyright Marco Ramerini

Milford Sound, Nova Zelândia. Autor e Copyright Marco Ramerini

Na ilha do Norte na parte centro-leste há o Lake Waikaremoana Great Walk, que corre ao longo da costa do Lago Waikaremoana, tocando praias remotas e atravessa uma floresta de gigantescas árvores podocarpus. Ao longo da trilha pode admirar vistas incríveis do Panekire Bluff e as espectaculares cachoeiras de Korokoro. A trilha tem 46 km de extensão e pode ser coberta em 3 ou 4 dias.

O Tongariro Northern Circuit oferece a exploração das mais belas áreas do Parque Nacional de Tongariro, uma área vulcânica com paisagens alpinas e glaciais, cheias de contrastes com espectaculares lagos de cores de esmeralda. A rota corre entre Mount Tongariro e Mount Ngauruhoe numa área, que faz parte do Patrimônio Mundial Natural e Cultural da UNESCO. A trilha é circular e tem um comprimento de 43 km, que podem ser percorridos em 3 ou 4 dias.

O Whanganui Journey é uma trilha de 87 ou de 145 quilómetros para explorar em caiaque ou canoa, que estende-se ao longo do rio Whanganui numa paisagem de colinas remotas e vales cobertos com arbustos.

Mount Tongariro, Nova Zelândia. Autor peterhallwright. Licensed under the Creative Commons Attribution

Mount Tongariro, Nova Zelândia. Autor peterhallwright

No norte da ilha do Sul encontram-se o Abel Tasman Coast Track e o Heaphy Track. A Abel Tasman Coast Track é um caminho costeiro de 60 km, coberto em 3 a 5 dias. A trilha atravessa praias douradas, vegetação exuberante costeira, piscinas de rocha e enseadas costeiras de tirar o fôlego. O Heaphy Track estende-se por 78 km dentro do Parque Nacional Kahurangi e atravessa paisagens montanhosas, florestas exuberantes até o mar rugido da costa oeste.

Na parte mais bonita da ilha do Sul na área de Fiordland existem o Milford Track, o Kepler Track e o Routeburn Track. Esta área do país é conhecida como um dos destinos mundiais para entusiastas da caminhada. O Milford Track é a trilha mais famosa da Nova Zelândia e é conhecido como “o passeio mais bonito do mundo”, que traça os passos dos primeiros exploradores na trilha de Milford Sound. Os 53 quilómetros da trilha são executados em 4 dias. Esta trilha atravessa paisagens espetaculares com vales esculpidos por glaciares antigos, florestas tropicais e cachoeiras, que chegam com as Cataratas de Sutherland a uma altura de 580 metros.

Mount Cook, Nova Zelândia. Autor e Copyright Marco Ramerini

Mount Cook, Nova Zelândia. Autor e Copyright Marco Ramerini

O Kepler Track é uma trilha circular de 60 km, requerendo 3 ou 4 dias de caminhada, localizado entre os lagos de Te Anau e Manapouri e que cruza paisagens alpinas espetaculares e lagos tranquilos. Ao longo do caminho pode explorar as fascinantes cavernas de Luxmore, admirar as quedas Iris Burn e as paisagens feitas de prados alpinos e vistas dos lagos Te Anau e Manapouri.

O Routeburn Track tem um comprimento de 32 km, que são executados em 2 a 4 dias. A trilha, que atravessa o Parque Nacional Mount Aspiring e o Parque Nacional de Fiordland, serpenteia por paisagens tipicamente alpinas com prados, lagos, gargantas, cachoeiras e vistas espectaculares sobre vastas cadeias de montanhas e vales.

O Rakiura Track atravessa uma parte da ilha Stewart e estende-se por mais de 32 km, o que requer 3 dias de caminhada. A trilha atravessa as florestas belas e intactas nativas, que caracterizam a ilha e passa também os primeiros assentamentos Maori e prossegue em parte ao longo da costa com belas paisagens naturais.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: