Home / Ásia / Geórgia / Sighnaghi e o Convento de Bodbe na Geórgia
Convento de Bodbe, Sighnaghi, Geórgia. Autor e Copyright Marco Ramerini
Convento de Bodbe, Sighnaghi, Geórgia. Autor e Copyright Marco Ramerini

Sighnaghi e o Convento de Bodbe na Geórgia

No extremo leste da Geórgia perto da fronteira com o Azerbaijão fica a bela cidade de Sighnaghi. A cidade fica sobre uma colina a 800 metros acima do nível do mar no centro da região vinícola de Kakheti. Da cidade tem belas vistas do vale do rio Alazani. Se o céu está claro, pode ver no horizonte os picos nevados do Grande Cáucaso. Característico para esta estância de férias popular são: Casas com pórticos e loggias, ruas de paralelepípedos, restaurantes típicos, restos das muralhas defensivas do século XVIII e vários edifícios históricos. Um museu dedicado à arqueologia e etnologia completa a oferta cultural de Sighnaghi.

O Convento de Bodbe fica a 2 km de Sighnaghi. Suas origens remontam ao século IV, período em que Santo Nino converteu a Geórgia ao cristianismo. Após a conversão da nação o Santo retirou-se para a meditação na área do atual mosteiro e aqui morreu e foi sepultado. Logo após a morte do santo no século IV uma primeira igreja foi construída sobre o túmulo de Santo Nino. O edifício atual foi construído entre o oitavo e o nono século e nos séculos seguintes foi fortemente modificado. A estrutura de hoje tem três naves com três absides e incorpora a tumba de Santo Nino. Ao lado da antiga igreja há uma torre de sino de três andares construída entre 1862 e 1885. Uma outra igreja maior e mais recente está localizada ao lado da antiga igreja

Sighnaghi, Geórgia. Autor e Copyright Marco Ramerini

Sighnaghi, Geórgia. Autor e Copyright Marco Ramerini

O Convento, além de ser desde o início um destino de peregrinação, devido ao enterro de Santo Nino, foi também um importante centro de vida religiosa e educacional e desempenhou um papel significativo na vida política do país. Na Idade Média os reis do Kakheti foram coroados no convento. Nos tempos soviéticos o convento foi fechado e o edifício foi transformado num hospital. Com a independência da Geórgia em 1991 o convento foi reaberto e restaurado.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: