Home / Ásia / Geórgia / A Catedral de Alaverdi: Um importante centro espiritual, cultural e educacional da Geórgia
Catedral de Alaverdi, Geórgia. Autor e Copyright Marco Ramerini
Catedral de Alaverdi, Geórgia. Autor e Copyright Marco Ramerini

A Catedral de Alaverdi: Um importante centro espiritual, cultural e educacional da Geórgia

Na região oriental da Geórgia, conhecida como Kakheti, existe uma esplêndida e antiga catedral ortodoxa: A catedral de Alaverdi. Esta bela estrutura de pedra fica ao longo do vale do rio Alazani, quer dizer ao longo da margem norte dum dos seus afluentes: O rio Khodasheniskhevi. A capital da Georgia Tbilisi está localizada a 100 km da catedral. Alaverdi tem origens muito antigas. Parece que antes do início do cristianismo havia aqui um templo pagão. Uma igreja foi fundada mais tarde na segunda metade do século VI pelo pai assírio Joseb, que está enterrado dentro da catedral. Mesmo os antigos reis do Kakheti eram geralmente enterrados nesta catedral.

A grande estrutura atual foi construída pelo rei Kvirike no primeiro quartel do século XI. A catedral de Alaverdi foi danificada e saqueada várias vezes e foi restaurada no final do século XV. Em 1742 um forte terramoto destruiu a cúpula, que foi reconstruída pouco depois durante os reinos da rainha Tamara e do rei Erekle II. Alaverdi foi durante séculos um importante centro espiritual, cultural e educacional da Geórgia e o principal centro espiritual de Kakheti.

Catedral de Alaverdi, Geórgia. Autor e Copyright Marco Ramerini

Catedral de Alaverdi, Geórgia. Autor e Copyright Marco Ramerini

A catedral tem fachadas monumentais no estilo característico das igrejas do Kakheti. Dentro há vestígios fragmentários dos afrescos, que uma vez decoraram toda a igreja. Aqueles visíveis hoje datam de diferentes períodos entre os séculos XI e XVII. A catedral e o mosteiro estão rodeados por uma imponente muralha, construída entre os séculos XVII e XVIII. Dentro das muralhas, assim como da catedral, há outras estruturas, que remontam a diferentes períodos incluindo: O palácio do bispo do século XVI, o palácio de Feikar Khan, o o palácio do governador de Kakheti durante a dominação persa, as caves de vinho e os banhos termais. Para os fotógrafos: Atenção – os monges são particularmente rudes e cuidadosos para não tirar fotografias (mesmo sem flash) dentro do mosteiro.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE: