Home / Oceania / Nova Zelândia / A trilha para o Mount Cook: O Hooker Valley Track
Hooker Valley Track, Nova Zelândia. Autor e Copyright Marco Ramerini
Hooker Valley Track, Nova Zelândia. Autor e Copyright Marco Ramerini

A trilha para o Mount Cook: O Hooker Valley Track

Um dos passeios mais populares e frequentados no Parque Nacional Mount Cook/Aoraki é aquele que atravessa o Hooker Valley ao longo do rio Hooker à sombra do Monte Cook. Esta trilha permite que veja algumas das paisagens mais bonitas dos Alpes do Sul, sendo uma das melhores excursões dum dia para fazer nesta parte da ilha do Sul da Nova Zelândia.

A trilha que começa no final do Hooker Valley Road na correspondência com o Visitor Centre (White Horse Hill campground/carpark), correndo ao longo duma terra acidentada de gelo e rocha ao longo do rio Hooker. Ao longo da trilha segue o rio Hooker e o Lago Mueller. A caminhada termina ao Lago Hooker, de onde tem vistas incríveis do Mount Cook/Aoraki com 3.724 metros e da geleira que desce da montanha mais alta da Nova Zelândia. A trilha tem 5 km de comprimento (10 km ida e volta) que leva 1 hora 30 minutos/2 horas (entre 3 e 4 horas ida e volta.

Primeira ponte suspensa, Hooker Valley Track, Nova Zelândia. Autor e Copyright Marco Ramerini

Primeira ponte suspensa, Hooker Valley Track, Nova Zelândia. Autor e Copyright Marco Ramerini

Uma vez que estacionou o seu carro no White Horse Hill campground/carpark, encontrar o início da trilha é fácil: Da área de estacionamento siga para o norte, onde o prédio do Centro de Visitantes e as casas de banho estão localizados. A poucos metros dessa estrutura começa o caminho. Algumas centenas de metros depois do início da trilha passa ao lado do monumento aos caídos (Alpine Memorial), um memorial para os montanhistas que morreram no Parque Nacional de Mount Cook. Pouco depois a partir de cima pode admirar o Lago Mueller com o glaciar homónimo e a ponte suspensa que cruza o rio Hooker.

Depois de atravessar a primeira ponte suspensa o caminho atravessa a moreia glacial do lago Mueller. Depois de mais de 1 km alcança uma outra ponte suspensa que cruza o rio Hooker pouco antes de entrar no Lago Mueller. A partir daqui a trilha permanece à esquerda do rio por 1,6 km até a terceira e última ponte suspensa dando belas vistas ao Monte Cook. Nesse trecho da trilha com uma área pantanosa existe uma passarela de madeira.

Hooker Lake, Hooker Valley Track, Nova Zelândia. Autor e Copyright Marco Ramerini

Hooker Lake, Hooker Valley Track, Nova Zelândia. Autor e Copyright Marco Ramerini

Mapa da Hooker Valley Track

Mapa da Hooker Valley Track

Depois de atravessar a última ponte a trilha sobe ao longo da moreia da colina do Lago Hooker por 1 km até chegar ao ponto de vista do Lago Hooker, da geleira e do Monte Cook. A trilha termina com um panorama extraordinário dos Alpes do Sul, do Mount Cook e do Lago Hooker, que no verão é pontilhado com icebergues que destacam-se do glaciar que descem do Monte Cook.

Se caminha por esta trilha no final da primavera e no início do verão – quer dizer entre meados de novembro a meados de janeiro – pode ver florações espetaculares do Ranunculus lyallii (Mount Cook buttercup ou Mount Cook Lily), uma flor endémica da Nova Zelândia que só cresce na ilha do Sul e na ilha de Stewart a uma altitude entre 700 e 1.500 metros. Esta espécie de Ranunculus é considerada como uma das mais belas espécies de Ranunculus do mundo.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

banner
Close
Inscreva-se no nosso canal YOUTUBE
Se você gosta de viajar, inscreva-se no nosso canal de viagens YOU TUBE:
Siga-nos no Facebook
Mantenha-se informado sobre Guia Viagem