Home / Europa / Lituânia / Vilnius: cidade gótica, renascentista e barroca
Vilnius, Lituânia. Autor Wojsyl. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike.
Vilnius, Lituânia. Autor Wojsyl

Vilnius: cidade gótica, renascentista e barroca

Vilnius é a capital da Lituânia com 550.000 habitantes com uma composição populacional de 57,8% lituanos, 18,7% poloneses, 14% russos, 4% bielorussos, 0,5% judeus e 5% outros está situada numa área plana no sudeste da Lituânia à confluência dos rios Neris e Vilnia. A localização descentralizada à respeito ao resto do país é por causa da história e da mudança de fronteiras da Lituânia durante os séculos. Vilnius encontrou-se um tempo no centro geográfico do Grão-Ducado da Lituânia, quando foi uma entidade estatal muito maior da Lituânia atual.

A cidade de Vilnius nasceu no século X como um pequeno povoado de tribos bálticas e em 1323 tornou-se a capital do Grão-Ducado da Lituânia. Em 1387 o rei da Polônia e Grão-Duque da Lituânia Wladyslaw II da Polónia concedeu a Vilnius o direito municipal.

Em 1377 Vilnius foi destruída pelos Cavaleiros Teutônicos, que foram derrotados em 1410 na Batalha de Grunwald. Com o início do século XVI a cidade desenvolveu-se como um centro de cultura, de comércio e de indústria da Europa de Leste, tornando-se um dos mais importantes centros de impressão da Europa. Entre 1503 e 1522 a cidade foi cercada por muros com dez portas.

Gedimino prospektas, Vilnius, Lituânia. Autor Wojsyl. Licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike

Gedimino prospektas, Vilnius, Lituânia. Autor Wojsyl

Vilnius atingiu o seu apogeu durante o reinado de Sigismundo II da Polônia (Zygmunt II), que estabeleceu sua corte na cidade em 1544. Em 1579 foi fundada a Universidade de Vilnius, que logo tornou-se num dos principais centros científicos e culturais da região do Báltico. Em 1795 a cidade foi anexada pelo Império Russo, tornando-se a capital da Província do Noroeste do império czarista. Neste período a população sofreu a repressão política e religiosa do governo russo. Em 1831 os russos fecharam a universidade e as igrejas católicas foram convertidas em igrejas ortodoxas.

Durante a Primeira Guerra Mundial Vilnius foi ocupada pelos alemães a partir de 1915 até 1918. Em 1920 a Lituânia tornou-se independente, mas em fevereiro de 1922 Vilnius foi anexada pela Polônia e tornou-se a capital do Voivodato de Wilno. Com a assinatura do Pacto Molotov-Ribbentrop, que dividiu a Europa Oriental numa esfera de influência soviética e numa alemã, o Exército Vermelho invadiu a Polônia oriental e Vilnius foi ocupada no dia 19 de setembro de 1939 por tropas soviéticas.

Durante a Segunda Guerra Mundial em junho de 1941 a cidade foi ocupada pelos alemães. Durante a ocupação a ampla população judaica foi submetida a um extermínio brutal. Mais de 100.000 pessoas, cerca de 95% da população judaica local, foi assassinada. Em julho de 1944 Vilnius foi re-anexada pela União Soviética. A 11 de março de 1990 tornou-se a capital do novo Estado independente da Lituânia.

COMO CHEGAR EM VILNIUS

Avião: O aeroporto internacional de Vilnius (Vilnius International Airport/Tarptautinis Vilniaus Oro Uostas) está localizado a 7 km do centro da cidade.

O aeroporto está ligado por um comboio direto para a estação central da cidade. A viagem leva 7 minutos.

Vilnius, Lituânia. Autor Halfwit Sock. No Copyright

Vilnius, Lituânia. Autor Halfwit Sock

A ligação entre o aeroporto e a cidade é também assegurada por um serviço de autocarros: Linha 1 (Aeroporto – Estação Central) e a linha 2 (aeroporto – centro da cidade – Šeškinė).

O Aeroporto de Vilnius está ligado a muitas cidades europeias, incluindo Moscovo, Amesterdão, Berlim, Praga, Paris, Roma, Milão, Londres etc. Entre as companhias aéreas com voos mais frequentes para Vilnius há as companhias Air Lituanica, Air Baltic, Austrian Airlines, Wizz Air, Finnair, LOT Polish Airlines, Lufthansa, Norwegian Air Shuttle e Ryanair.

COMO VIAJAR: TRANSPORTE URBANO EM VILNIUS

A cidade é servida por uma rede extensa de serviços públicos: Existem 60 linhas de autocarro e 20 linhas de trólebus. O transporte público está em operação entre as 4.00 e as 24.00 horas.

Vilnius atrações turísticas: o que ver em Vilnius.

Vilnius Clima: quando ir para Vilnius.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

dealform 336x280
banner
Close
Siga-nos no Facebook
Mantenha-se informado sobre Guia Viagem
eXTReMe Tracker