Home / Fotografia / Fotografia astronómica / Tirar fotografias astronómicas e observar o céu noturno durante uma viagem: o que levar
Foto Via Láctea das colinas de Chianti (Toscana), Itália. Lens 11 milímetros 11 mm velocidade do obturador 30'' com nenhum seguimento, ISO 1600. Autor Marco Ramerini
Foto Via Láctea das colinas de Chianti (Toscana), Itália. Lens 11 milímetros 11 mm velocidade do obturador 30'' com nenhum seguimento, ISO 1600. Autor Marco Ramerini

Tirar fotografias astronómicas e observar o céu noturno durante uma viagem: o que levar

Durante as viagens, especialmente aquelas, que têm em seu itinerário locais com céu escuro longe das cidades trago geralmente comigo um mínimo de equipamento visual e fotográfico para observar o céu noturno. A observação do céu de todos os cantos da Terra oferece sempre surpresas maravilhosas. Para observar as estrelas a coisa mais importante é a ausência de luz. Mesmo se fizer uma curta viagem para as montanhas, vai ver uma diferença marcante entre o céu, que está acostumado a ver nas cidades e nos lugares habitados, e o céu escuro e claro da montanha. Se tiver sorte para fazer uma viagem de avião, que o levará a lugares perto ou debaixo (ou acima) do equador, vai ver um céu completamente diferente daquele do seu hemisfério (hemisfério norte ou hemisfério sul).

Pense que está numa das áreas desérticas da Austrália, do Chile ou da Namíbia e tem a oportunidade de admirar o céu do hemisfério sul num dos lugares mais escuros do planeta, onde a cidade mais próxima fica a 600 km em linha recta. Mesmo se não está interessado em astronomia vai viver uma experiência, que nunca vai esquecer na vida. Dependendo do tempo em que vai fazer a viagem e do horário, em que vai observar, terá a oportunidade de admirar o centro da nossa galáxia, a Via Láctea, na constelação de Sagitário no seu auge e as estrelas do centro galáctico aparecerão como nuvens espectaculares. Pode ver o Cruzeiro do Sul, as maravilhosas Nuvens de Magalhães, duas galáxias satélites da galáxia e outros objetos espetaculares do céu.

Para observar o céu estrelado basta o olho nu. Escolha uma noite sem lua. O período em torno da Lua Nova é o melhor. Se está planeando uma viagem certifique-se que esse período cai num local escuro longe das cidades. Coloque-se numa área escura, de onde pode admirar uma grande parte do céu, adaptando os seus olhos à escuridão por alguns minutos. Como os seus olhos vão adaptar-se à escuridão, verá mais estrelas no céu. Na região do centro galáctico da nossa galáxia, a Via Láctea, vai olhar nuvens espetaculares brancas leitosas. Pode mesmo passar horas observando o céu estrelado a olho nu e, se tiver sorte, pode ver as estrelas cadentes cruzando o céu numa fração de segundo.

Tripé Manfrotto com cabeça bola

Tripé Manfrotto com cabeça bola

Vai querer tentar ver mais na visão do céu noturno. Para realizar o seu projeto tem que trazer um mínimo de equipamento. Estamos falar sobre viagens com pesos leves. Meu conselho é comprar um bom binóculo de campo amplo (10 x 50 ou 15 x 70), um instrumento, que permite observar centenas de objetos celestes e normalmente pesa pouco mais dum kg. Os binóculos são excelentes instrumentos para viajar, fácil de usar, e podem ser usados tanto de dia para observar os animais e a paisagem, quanto de noite para a observação das estrelas. Se opta para um binóculo 15 x 70, gostaria de sugerir um tripé, que irá estabilizar as imagens e permitir-lhe melhor observar objetos celestes sem cansar os seus braços.

Além do binóculo trago comigo geralmente uma câmera SLR digital e um bom tripé (como Manfrotto). O tripé deve ser muito estável, se pretende fotografar as estrelas, porque no caso contrário basta um pouco de sopro de vento para fazer mover a fotografia. Se usa a câmera SLR digital com tripé precisa usar objectivas muito brilhantes para coletar luz das estrelas quanto possível no menor tempo possível. As lentes de grandes angulares são as melhores, porque permitem fazer poses mais longas sem notar o efeito tremido, causado pela rotação da Terra. Uso uma objectiva Tokina 11-20 mm F 2,8, que tem um excelente brilho e que permite utilizar os 11 mm com poses colocadas entre 20 e 30 segundos com tripé estacionário sem ter movido muito.

Com um equipamento como esse, se está num lugar muito escuro, pode tirar fotografias bonitas da Via Láctea. Através de programas especiais podem ser acopladas várias fotos da mesma seção do céu e fazer um chamado “starstrail”, que é uma imagem com os traços do movimento das estrelas. Pode adicionar mais fotos da mesma porção do céu e aumentar a quantidade de estrelas presentes na sua fotografia. Um outro truque, se tira fotos à noite. As estrelas são sempre tomadas na sua foto em formato RAW. Este formato lhe permitirá processar a imagem com Photoshop ou outros programas, a fim de trazer para fora o melhor de suafotografis.

Astro rastreador Staradventurer Skywatcher

Astro rastreador Staradventurer Skywatcher

Se quer aperfeiçoar ainda mais a fotografia astronómica durante a sua viagem, vai precisar dum astro rastreador, que compensa o movimento da Terra. Hoje em dia existem vários modelos transportáveis e de baixo peso (geralmente em torno de 2 kg). Entre os mais populares há o Vixen Polarie, o Skytracker e o Star Adventurer Skywatcher. Ao usar essas ferramentas pode fazer poses fotográficas de alguns minutos, obtendo estrelas pontuais e imagens espetaculares. Neste caso pode usar lentes fotográficas mais sofisticadas como 50 mm e dependendo da precisão do astro rastreador e do apontamento feito para o pólo celeste, é possível obter excelentes resultados, mesmo utilizando lentes de telefoto até 300 mm.

Se prefere fazer fotografias com Time-lapse de noite, a solução mais simples é o uso duma ação de câmera como a GoPro. Com os modelos Hero 4 e Hero 5 pode facilmente fazer filmes em modo Time-lapse noturno. Para fazer isso basta colocar a GoPro num tripé e definir o modo de filme Time-lapse noturno. Uso geralmente a velocidade do obturador de 30 segundos. Note bem que com exposições de 30 segundos a 24 fps terá que expor para 2 horas para obter um filme de 10 segundos. Se a exposição é de 20 segundos será necessário 1 hora e 20 minutos de imagens para obter um filme de 10 segundos.

Acessórios básicos para observação noturna:

  • Binóculos de campo amplo (10 x 50 ou 15 x 70).
  • Tripé resistente (como Manfrotto).

Acessórios básicos para fotos noturnas:

  • Câmera Reflex (com várias lentes brilhantes).
  • Tripé resisitente (como Manfrotto).
  • Câmera GoPro.

Se quiser, pode usar:

  • Astro rastreador

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

dealform 336x280
banner
Siga-nos no Facebook
Mantenha-se informado sobre Guia Viagem
×
eXTReMe Tracker