Home / Ásia / Irã / Rayen: uma cidade fortificada em tijolos de barro às portas do deserto
Restos de edifícios, Rayen, Irã. Autor e Copyright Marco Ramerini
Restos de edifícios, Rayen, Irã. Autor e Copyright Marco Ramerini

Rayen: uma cidade fortificada em tijolos de barro às portas do deserto

Na província de Kerman existem algumas das mais belas cidades fortificadas do Irão. Estes postos sugestivos avançados às portas do deserto de Dasht-e Lut eram centros comerciais, localizados ao longo das principais rotas, onde foram trocados bens valiosos e tecidos de qualidade. Entre os mais belos exemplos desta arquitetura há a cidade de Rayen, que depois da destruição por um terramoto devastador da cidadela vizinha de Bam tornou-se um dos destinos mais visitados desta parte do Irão.

Rayen encontra-se a 100 km ao sul de Kerman, localizada a 2.200 metros acima do nível do mar perto da serra de Hazaran num ramo leste das montanhas Zagros, cujo pico mais alto – o Kuh-e Hazaran (Kūh-e Hazār) – atinge 4.500 metros. As montanhas de Hazaran têm uma silhueta sugestiva por trás das paredes de barro da cidadela de Rayen. São muitas vezes cobertas de neve, criando um bom contraste com a paisagem deserto circundante. A famosa cidade de Bam, em grande parte destruída pelo terramoto do final de 2003, encontra-se agora em reconstrução. Está localizada a 130 km mais ao sul.

A cidadela de Rayen, Irã. Autor e Copyright Marco Ramerini,

A cidadela de Rayen, Irã. Autor e Copyright Marco Ramerini,

Rayen tem todos os elementos arquitectónicos duma fortaleza de deserto bem preservada. A maioria das casas fazem parte das paredes exteriores. Pode facilmente imaginar como a cidade apareceu no momento do seu maior esplendor. Na cidade existem as ruínas das casas da população, as lojas, os armazéns, as adegas e uma cidadela do governador. No passado Rayen era famosa para a produção de espadas e facas e mais tarde também para a de pistolas. Nos seus arredores existem minas de gesso e mármore. As águas provenientes do degelo da neve das montanhas próximas permitem o cultivo de frutas e legumes.

A cidadela de Rayen, Irã. Autor e Copyright Marco Ramerini,

A cidadela de Rayen, Irã. Autor e Copyright Marco Ramerini,

De acordo com estudos recentes a fundação de Rayen remonta ao quinto século d.C., quer dizer à era sassânida. Mas o que podemos ver hoje é sobretudo da época islâmica. A cidadela de Rayen é mais pequena que a de Bam, estendendo-se numa área de 22.000 metros quadrados, sendo tão bonita. A planta tem a forma dum quadrado irregular, intercalada com 12 torres circulares. Num dos quais encontra-se a única porta de entrada para a fortaleza inteira. Dentro a cidade é dividida por uma parede com uma outra torre circular. Na entrada pode subir ao andar superior para uma fotografia espetacular da cidade com as suas paredes. Ao fundo pode ver as montanhas cobertas de neve.

A cidadela de Rayen, Irã. Autor e Copyright Marco Ramerini,

A cidadela de Rayen, Irã. Autor e Copyright Marco Ramerini,

Dentro da Cidadela do lado das paredes, opostas à porta de entrada, aquelas voltadas para as montanhas têm a vista à cidadela do governador com uma planta quadrada com quatro torres redondas nos cantos. Esta estrutura tem uma única porta de entrada. No interior há vários quartos, incluindo o quarto do Governador, o seu escritório, as salas para cerimónias oficiais e as para convidados. Através duma escada pode subir para os andares superiores para admirar a partir deste lado o conjunto de paredes de Rayen.

A cidade de Rayen está localizada numa vegetação idílica perto duma bela cachoeira e cercada por montanhas.

Texto português corrigido por Dietrich Köster. 

dealform 336x280
banner
eXTReMe Tracker