Home / América do Sul / Bolívia / Bolívia atrações turísticas: o que ver na Bolívia
Laguna Verde e vulcão Lincancabur, Bolívia. Author Albert Backer. Licensed under the Creative Commons Attribution
Laguna Verde e vulcão Lincancabur, Bolívia. Author Albert Backer

Bolívia atrações turísticas: o que ver na Bolívia

A Bolívia é um país que não é desenvolvido a partir do ponto de vista turístico, mas a beleza das suas paisagens e os costumes e a cultura de seu povo de vestidos multi-coloridos são atrações muito gostosas para os turistas em busca de algo especial.

A Bolívia tem todos os tipos de paisagens como os picos majestosos dos Andes, as terras altas, onde perdemos o fôlego, às planícies tropicais dos Yungas. Há lugares como a capital mais alta do mundo, o lago navegável mais alto do mundo, espetaculares paisagens andinas como as do Sal de Uyuni ou a Laguna Verde, importantes vestígios arqueológicos como Tiahuanaco (Tiwanaku).

Na cidade de Potosi é possível ver o que já era a maior mina de prata em toda a América espanhola: o Cerro Rico.

A Bolívia tem 7 locais declarados como Património da Humanidade pela UNESCO: O primeiro sítio boliviano é a cidade de Potosi, foi inscrito em 1987 e nos anos seguintes foram incluídos o Forte de Samaipata (Fuerte de Samaipata) em 1998, a Cidade Histórica de Sucre em 1991, as Missões Jesuíticas dos Chiquitos 1990 e o sítio arqueológico de Tiwanaku em 2000, o sistema viário da Cordilheira dos Andes (Qhapaq Ñan) (2014).

Salar de Uyuni, Bolívia. Author Joeke-Remkus de Vries (De Fries). Licensed under the Creative Commons Attribution

Salar de Uyuni, Bolívia. Author Joeke-Remkus de Vries (De Fries)

BOLÍVIA: DESTINOS DE NATUREZA

SALAR DE UYUNI

O Salar de Uyuni é o maior salar do mundo medindo 10 580 km² e está localizado a 3.656 metros acima do nível do mar. O Salar foi formado para a drenagem de um antigo lago. Em seu centro há algumas “ilhas”, que são os restos dos picos de antigos vulcões, que ficavam submersos, quando o salar era um lago.

LAGUNA VERDE

A Laguna Verde é um pequeno lago de sal do planalto boliviano, que está localizado perto da fronteira da Bolívia com o Chile a uma altitude de 4.300 m e é dominada pelo cone do vulcão Licancabur. A Laguna Verde é cercada por espetaculares paisagens vulcânicas e outros lagos salgados como a grande Laguna Blanca.

LAGO TITICACA

O Lago Titicaca, que fica a uma altitude de 3.811 metros, é um dos lagos navegáveis mais altos do mundo e abriga os Uros, uma população pré-Inca, que ainda vive nas ilhas artificiais flutuantes do lago.

BOLÍVIA: DESTINOS HISTÓRICOS

TIAHUANACO

Tiahuanaco (Tiwanaku) é hoje o maior sítio arqueológico na Bolívia. Foi entre 600 e 800 d.C. um dos centros religiosos mais importantes da América do Sul. Localizado no planalto andino a 20 km do Lago Titicaca o edifício mais famoso de Tiahuanaco é a misteriosa Porta do Sol. Tiahuanaco foi incluída na lista do Património Mundial da Humanidade pela UNESCO em 2000.

POTOSÍ

Potosi foi um dos mais importantes centros da América colonial espanhola. A cidade era conhecida por suas minas de prata. As minas de Cerro Rico estavam ativas entre 1556 e 1783. Potosi foi incluída na lista do Património Mundial da Humanidade pela UNESCO em 1987.

LA PAZ

La Paz, capital administrativa da Bolívia, situada a 3.660 metros, é a capital mais alta do mundo. A cidade é dominada pelo pico de Illimani com 6.438 metros, a montanha mais alta da Cordilheira Real.

BOLÍVIA: DESTINOS POUCO CONHECIDOS

MISSÕES JESUÍTICAS DE CHIQUITOS

As Missões de Chiquitos estão localizadas no leste da Bolívia nas planícies do Estado. Elas foram fundadas pelos jesuítas nos séculos XVII e XVIII para converter os índios ao cristianismo.  Eles representam uma fusão de elementos culturais europeus e ameríndios. As Missões de Chiquitos fazem parte do Património Mundial da Humanidade da UNESCO desde 1990.

CAMINO A LOS YUNGAS

O Camino a Los Yungas é uma estrada lendária que liga as cidades de La Paz e Coroico e passa em apenas 60 km de 4.650 metros da passagem de La Cumbre a 1.200 metros da cidade de Coroico. É considerada uma das estradas mais perigosas do mundo. Por isso é apelidada de estrada da morte (camino de la muerte).

Texto português corrigido por Dietrich Köster. 

dealform 336x280
banner
Close
Siga-nos no Facebook
Mantenha-se informado sobre Guia Viagem
eXTReMe Tracker